Investigação

GDF pretende concluir vacinação de jovens a partir de 12 anos até o fim do mês

Governador Ibaneis Rocha (MDB) afirmou que pretende concluir a imunização contra a covid-19 de adolescentes, com a primeira dose, em setembro. Idosos e pessoas com comorbidades deverão receber o reforço em outubro. Campanha chegou a 80% do público alvo

» Rafaela Martins
postado em 15/09/2021 06:00
Na segunda-feira (13/9), o DF recebeu 77 mil doses da Pfizer, destinadas exclusivamente para a aplicação do D1 -  (crédito: Minervino Júnior/CB/D.A Press)
Na segunda-feira (13/9), o DF recebeu 77 mil doses da Pfizer, destinadas exclusivamente para a aplicação do D1 - (crédito: Minervino Júnior/CB/D.A Press)

Em cerimônia do programa Jovem Candango, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, o governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha (MDB) adiantou, nessa terça-feira (14/9), que pretende vacinar adolescentes com 12 anos até o final deste mês. O chefe do Executivo local declarou que a aplicação da terceira dose para idosos e pessoas com comorbidade deve começar em outubro. Nesta quarta-feira (15/9), começa a imunização de adolescentes com 14 e 15 anos na capital do país.

“A previsão é fechar todo o grupo de 12 anos para cima até o final do mês de setembro, para que a gente possa iniciar a terceira dose daqueles mais idosos e daquelas pessoas que têm comorbidades a partir de outubro. Essa é a nossa expectativa”, afirmou Ibaneis.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), a remessa de imunizantes que chegou na última segunda-feira (13/9) — 77.220 doses da Pfizer — será utilizada somente para a primeira aplicação.

Com a aplicação da primeira dose em 6.765, nessa terça-feira, o DF têm 2.066.946 pessoas imunizadas com, ao menos, a D1, o que corresponde a 67,71% da população total da capital (3.052.542) ou 80,16%, considerando somente quem tem 12 anos ou mais (2.578.420), público-alvo da campanha. Segundo o boletim da Secretaria de Saúde, 68.061 moradores da capital receberam D2, somando 1.050.877 pessoas com o clico vacinal completo. Outras 56.833 tomaram a dose única da Janssen. O índice de cobertura completa é de 36,29% do DF ou 42,96% do público-alvo da imunização.

Em coletiva de imprensa realizada pela Secretaria da Saúde na segunda-feira, o subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero, ressaltou que o governo distrital aguarda mais vacinas e novas diretrizes do Ministério da Saúde para dar início à terceira aplicação (D3) em públicos específicos.

Com o ritmo de vacinação contra covid-19, o governador afirmou a intenção de sediar, em novembro, a edição dos Jogos Universitários de 2021. Ibaneis acredita que o Distrito Federal está pronto para receber a competição. “Houve um pedido da Secretaria de Esportes, e entendemos que Brasília é o lugar ideal para essa retomada. O DF está com a população vacinada, em sua maioria, já com a primeira dose, chegando, agora, ao público de 14 e 15 anos”, argumentou o chefe do Buriti.

Trabalho

O evento de boas-vindas ao programa Jovem Candango recebeu 1,8 mil estudantes, de 14 a 17 anos. Sob a gestão da Secretaria de Esporte e Lazer do Distrito Federal (SELDF), o projeto oferece a formação técnico-profissional na administração pública por meio de atividades práticas e teóricas. Os beneficiários têm a carteira de trabalho assinada, recebem R$ 516,66 por mês, têm direito a férias e 13º salário, vale-alimentação de R$ 220, vale-transporte, seguro de vida, uniforme e crachá.

A secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira, destacou a importância do Jovem Candango. A nossa missão é fazer com que os jovens trabalhem, tenham uma renda e não parem de estudar”, disse


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE