Violência

Após bater em namorada, major da Polícia Militar do DF é preso

Na última quinta-feira (23/9), o oficial foi preso por espancar a namorada em Águas Claras, onde o casal residia

Rafaela Martins
postado em 27/09/2021 15:53
 (crédito: Arquivo)
(crédito: Arquivo)

Identificado como major da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), um homem foi preso em flagrante e autuado por injúria, ameaça e lesão corporal no âmbito da Lei Maria da Penha, após espancar a companheira na madrugada de quinta-feira (23/9). O policial foi detido por volta das 2h40, no apartamento onde o casal morava em Águas Claras.

Durante a agressão, equipes da PMDF foram acionadas e prenderam o autor. Ele foi levado pela corporação militar para a 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul) da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

A PCDF relatou que não pode dar mais detalhes da ocorrência, pois envolve a Lei Maria da Penha e a segurança da vítima. O autor pode pegar de 3 meses a 3 anos de prisão.

Procurada pelo Correio, a polícia militar disse por meio de nota que o major está respondendo em liberdade. “A PMDF confirma que o policial foi detido, acusado na Lei Maria da Penha e, após audiência de custódia, foi posto em liberdade. A PMDF aguardará o envio dos autos à corporação para adoção do devido processo legal”.

Onde procurar ajuda?

  • Ouvidoria do MPDFT
    Telefones: 0800 644 9500 ou 127, das 8h às 19h
  • Centros Especializados de Atendimento à Mulher (CEAMs)
    Unidades: Planaltina, Ceilândia e 102 Sul
  • Centros Especializados de Atenção às Pessoas em Situação de Violência (Cepavs)
    Unidades: nos hospitais regionais ou policlínicas
  • Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência — Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República
    Telefone: 180 (disque-denúncia)
  • Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam)
    Entrequadra 204/205 Sul - Asa Sul
    (61) 3207-6172
  • Disque 100 — Ministério dos Direitos Humanos
    Telefone: 100

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE