Ameaça

VÍDEO: médico saca a arma e ameaça funcionários de pizzaria na Asa Sul

Empresário ameaçado relata que o médico chegou nervoso ao estabelecimento, queixando-se de demora na entrega do pedido. Contudo, o endereço de entrega estava errado

Darcianne Diogo
postado em 27/09/2021 18:06 / atualizado em 27/09/2021 18:14
Médico será intimado para depor na delegacia -  (crédito: Material cedido ao Correio)
Médico será intimado para depor na delegacia - (crédito: Material cedido ao Correio)

O dono de uma pizzaria na 205 Sul passou momentos de apuros na noite do último domingo (26/9). Em entrevista ao Correio, o empresário, que preferiu não revelar a identidade, contou que foi ameaçado com uma arma de fogo, após um cliente, um médico radiologista, chegar irritado ao estabelecimento, queixando-se da suposta demora na entrega do lanche por meio de um aplicativo. Vídeos mostram o momento em que o profissional de saúde, identificado como Thiago Zacariotto Lima Alves, saca a arma e coloca no balcão (veja as filmagens abaixo).

Segundo o empresário, o médico é cliente frequente no estabelecimento e costuma fazer pedidos pelo aplicativo de entrega. Contudo, na noite de ontem, Thiago teria fornecido o endereço errado no app e, por isso, o pedido de duas pizzas havia sido cancelado pelo próprio aplicativo. Nervoso, o médico chegou ao estabelecimento aos gritos, como detalha o proprietário. “Ele disse que não iria aceitar e, mesmo lá no estabelecimento, exigiu que o lanche fosse entregue na casa dele. Eu tentei amenizar a situação, coloquei os funcionários para fazer as duas pizzas imediatamente, mas não foi o suficiente”, contou.


Após o episódio, o médico saiu do estabelecimento, momento em que um dos empregados relatou ao chefe que tinha notado algo estranho na cintura do cliente e supôs que o profissional de saúde estava armado. Desconfiado, o proprietário alertou os funcionários para que, caso Thiago voltasse, a Polícia Militar do DF fosse acionada imediatamente. “Não deu outra, ele voltou e o pessoal me chamou. Ligamos para a PM e no que eu desci, ele começou a gritar dizendo que eu teria que entregar as pizzas na casa dele.”


Vídeos do circuito interno de segurança do estabelecimento flagraram o momento exato em que o radiologista saca a arma da cintura e coloca no balcão, em tom ameaçador. “Nessa hora, eu pedi calma e disse que não precisava tomar aquela atitude. Foi uma situação absurdamente desproporcional. Se alguém errou ali, foi ele em não atualizar o endereço”, completou o dono. Ao final, o empresário conseguiu convencer o médico de levar as pizzas. “Ele me pediu desculpas e saiu, mas a polícia havia chegado. A PM chegou na hora em que o médico saía de carro. Os militares o seguiram, mas o perderam de vista", disse o empresário.

Investigação

O proprietário registrou boletim de ocorrência na 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) por ameaça. Segundo o delegado-adjunto da unidade policial, Maurício Iacozzilli, o médico será intimado a depor ainda esta semana. O caso segue em investigação.

A reportagem tenta contato com o profissional de saúde, mas até a última atualização dessa reportagem, não obteve retorno. O espaço permanece aberto para manifestações.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE