Jornal Correio Braziliense

Pandemia

Arcebispo Dom José Freire Falcão tem piora no quadro de covid-19

Arquidiocese de Brasília anunciou, nesta sexta-feira (24/9), que o cardeal dom José Freire Falcão, arcebispo emérito de Brasília, precisou passar por intubação respiratória

O arcebispo emérito de Brasília, cardeal Dom José Freire Falcão, teve piora no quadro de covid-19. Segundo anúncio desta sexta-feira (24/9) da Arquidiocese de Brasília, o estado de saúde respiratório e renal do religioso se agravou durante esta madrugada. Ele precisou passar por uma intubação respiratória para ter mais conforto na recuperação da doença.

A nota publicada pela Arquidiocese diz que o cardeal está internado desde o último dia 17 de setembro, como medida preventiva, após ser diagnosticado com a covid-19. O cardeal vai completar 96 anos em outubro.

“Pedimos a toda a Arquidiocese que continuem nesta grande comunhão de orações, rezando a Deus, pedindo a intercessão da Virgem Maria, de São José, de São Pio e São João Paulo II, seus santos devotos por este grande e zeloso pastor de nossa igreja”, diz um trecho da publicação.

Dom José Freire Falcão foi o segundo arcebispo de Brasília, ao ficar à frente da Arquidiocese entre 1984 e 2004, quando se aposentou. Sempre fiel ao lema episcopal, “In humilitate servire” (Servir na humildade, em italiano), nesse período Dom Falcão ampliou o número de padres e de paróquias do Distrito Federal, preparou a recepção ao Papa em 1991, criou a Casa do Clero e estimulou os movimentos eclesiais.

Dom Falcão, hoje arcebispo emérito de Brasília, nasceu em 23 de outubro de 1925 na cidade de Ereré (CE). Desde cedo sonhou em ser sacerdote, no que sempre foi incentivado pela família. Ele entrou no Seminário da Prainha, em Fortaleza, aos 14 anos.

 

Em 1949, José Freire foi ordenado padre. Depois, em 1967, foi feito bispo, tornando-se pastor da mesma diocese em que havia exercido o sacerdócio por vinte anos: Limoeiro do Norte (CE). Em 1971, tornou-se arcebispo de Teresina (PI), onde permaneceu até 1984, quando foi transferido para Brasília.

Em 28 de junho de 1988, Dom Falcão foi feito cardeal, tendo participado, em 2005, dos funerais de João Paulo II e do conclave que elegeu o Papa Bento XVI.