Mobilidade

DF terá novo sistema de bicicletas compartilhadas a partir da próxima semana

Iniciativa pretende colocar para locação até 1,2 mil bicicletas e, também, patinetes. Na segunda-feira (11/10), haverá 500 bikes em 70 estações, distribuídas entre Plano Piloto e Sudoeste

Correio Braziliense
postado em 07/10/2021 23:42 / atualizado em 07/10/2021 23:46
Empresa Tembici ficará responsável pela gestão do projeto -  (crédito: Joel Rodrigues/Agência Brasília                )
Empresa Tembici ficará responsável pela gestão do projeto - (crédito: Joel Rodrigues/Agência Brasília )

Depois de um ano e seis meses sem esse serviço, o Distrito Federal voltará a ter um sistema de aluguel de bicicletas compartilhadas. Na próxima segunda-feira (11/10), o projeto será lançado ao público pela empresa Tembici. A iniciativa disponibilizará 500 bikes para locação, em 70 estações distribuídas entre pontos que permitam a integração com outros modais de transporte.

Inicialmente, as estações bicicletas ficarão nas asas Norte e Sul, na Universidade de Brasília (UnB) e no Sudoeste. O contrato da empresa com o Executivo local terá vigência de cinco anos. O objetivo é integrar o deslocamento dos pedestres com o transporte público com, ao menos, 1,2 mil bicicletas e patinetes em diferentes partes do DF.

O GDF deu início ao chamamento público para as empresas interessadas na implementação, operação e manutenção do sistema de bikes compartilhadas em novembro de 2020. Em janeiro último, após o prazo de envio das propostas ser adiado, o governo local definiu a empresa vencedora.

Em 27 de abril, o sistema começou a ser testado por técnicos da Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob). A estação de amostra dos equipamentos, com uma plataforma e cinco bicicletas, ficou montada no pátio do Anexo do Palácio do Buriti.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE