Feriado

Dia das Crianças: após lotação de 2,5 mil, população invade Zoo de Brasília

Segundo nota do Zoo, mesmo o contingente policial chamado para reforçar a segurança não foi capaz de conter quem estava no portão

Correio Braziliense
postado em 12/10/2021 15:08 / atualizado em 12/10/2021 15:10
 (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

Por volta das 12h45 desta terça-feira (12/10), Dia das Crianças, as pessoas que foram impedidas de entrar no Zoológico de Brasília, devido à lotação máxima atingida, invadiram o local. Por volta das 10h, o Zoo informou que o limite de lotação de 2,5 mil pessoas havia sido atingido e não deixariam mais visitantes entrar. Quem ficou de fora, não aceitou a situação e forçou a entrada no local. 

O Batalhão da Polícia Ambiental da Polícia Militar do Distrito Federal chegou a ser chamado para conter possíveis invasões. Porém, em nota, o Zoo explicou que reconhece o simbolismo que o Dia das Crianças representa para a população. "Todavia, visando o bem-estar e a saúde dos visitantes, torna-se necessário a limitação de público em razão da pandemia e segurança. Portanto, em cumprimento com a Portaria n° 6/2021, a fundação informa que foi registrado o acesso de 2.500 pessoas, hoje (12), por volta das 10h. Após este horário, os portões foram fechados e lamentamos a falta de compreensão por parte da população em não respeitar as normas impostas para a segurança de todos", diz.

Ainda segundo a nota, houve o apoio da força de segurança local, mas, devido ao grande volume de público na parte externa da portaria, não foi possível realizar a contenção do público exaltado — mesmo com a presença do contingente policial.

No início da pandemia, as restrições de público estava limitada para até 1.500 pessoas por dia. A ampliação para 2,5 mil foi autorizada em junho deste ano junto com a flexibilização de outros setores econômicos da capital.

A recomendação da Fundação Jardim Zoológico de Brasília é de que as pessoas cheguem cedo, principalmente, nos finais de semana e feriados, pois há o risco de fechamento total do parque caso atinja a lotação máxima. Além disso, a instituição recomenda ir ao Zoo em dias com menos movimento, que é de terça a sexta-feira

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE