Crime

Cativeiro com 35 aves silvestres é interditado em Brazlândia

Polícia Militar do Distrito Federal prendeu um homem responsável por criação irregular de aves silvestres no DF. Ao todo, foram resgatados 35 pássaros com valor estimado de R$ 200 mil

Rafaela Martins
postado em 01/11/2021 13:37
 (crédito: Divulgação/PMDF)
(crédito: Divulgação/PMDF)

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) prendeu um homem por criação irregular de aves silvestres neste domingo (31/10), por volta das 12h, na região de Brazlândia. Ao todo, 35 pássaros foram resgatados com valor estimado de R$ 200 mil.

O Grupo de Operações Ambientais (GOA) do Batalhão de Policiamento Militar Ambiental (Bpma) recebeu informações do Serviço de Inteligência da PMDF a respeito de uma criação proibida de pássaros silvestres na quadra 35 da Vila São José.

Chegando ao local, foi realizada a fiscalização e a equipe apreendeu 20 baianos (sporophila nigricollis), três curiós (sporophila angolensis), quatro bicudos (sporophila maximiliani), dois caboclinhos (sporophila bouvreuil), cinco coleirinhos (sporophila caerulescens) e um azulão (cyanoloxia brissonii). Também foram apreendidos três alçapões utilizados para capturar as aves.

Por não ter autorização para a criação das aves, o proprietário assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberado. Ele responderá pelo crime ambiental previsto no art. 29 parágrafo 2º da lei 9.605/98.

Se condenado, o criminoso pode cumprir pena de seis meses a um ano, e pagar multa. Os pássaros foram encaminhados ao Centro de Triagem De Animais Silvestres (Cetas), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

*Com informações da PMDF

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE