Covid-19

Ibaneis quer 70% da população vacinada para desobrigar máscaras

Apesar de não haver data prevista, o governador afirmou que deve voltar a estudar a possibilidade de desobrigar o uso de máscaras em locais fechados quando 70% da população estiver vacinada

Renata Nagashima
postado em 08/11/2021 11:40 / atualizado em 08/11/2021 11:51
 (crédito: Ana Rayssa/CB/D.A Press)
(crédito: Ana Rayssa/CB/D.A Press)

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), afirmou, na manhã desta segunda-feira (9/11), que voltará a avaliar a possibilidade da retirada do uso de máscaras em locais fechados somente quando pelo menos 70% da população do DF estiver com o ciclo vacinal completo.

“Por hora não tem previsão. A vacinação precisa avançar um pouco mais para que a gente tenha um nível de segurança maior no que se diz respeito à não transmissão do vírus”, disse, durante inauguração de trecho da DF-140, em São Sebastião. A partir da última quarta-feira (9/11), os moradores do Distrito Federal foram liberados de utilizar máscaras faciais em espaços abertos.

Na semana passada, Ibaneis confirmou ao Correio que a discussão sobre a retirada do acessório de proteção em locais fechados deve avançar internamente no governo ainda em dezembro deste ano, mas a medida em si deve ficar para o ano que vem.

O DF conta 2.258.943 moradores com a primeira dose (D1) das vacinas, equivalente a 87,61% da população acima de 12 anos que está apta a se imunizar contra a covid-19. Estão com o ciclo vacinal completo, com a D2 1.675.301, e o imunizante de dose única (DU), 58.363 brasilienses, que representam 67,24% do público vacinável. Quem tomou a D3 soma 138.400 — 5,3% dos moradores acima de 12 anos da capital federal.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE