SISTEMA PRISIONAL

Saidão: 14 dos 43 presos foragidos já foram capturados pela polícia

Cerca de 1,9 mil detentos do regime semiaberto foram contemplados com o penúltimo saidão do ano no DF

Darcianne Diogo e Pablo Giovanni*
postado em 26/11/2021 19:46
 (crédito: ED ALVES/CB/D.A.Press)
(crédito: ED ALVES/CB/D.A.Press)

De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seape-DF), 14 dos 43 foragidos do penúltimo saidão de 2021 voltaram ou foram encontrados por policiais de equipes especializadas de segurança do Distrito Federal, segundo última atualização da pasta. O saidão contemplou 1,9 mil detentos do regime semiaberto. Os presidiários que não voltaram dentro do prazo limite (23/11) perderam o benefício para os próximos saidões.

De acordo com a pasta, a maioria dos custodiados que não retornaram está lotada no Centro de Internamento e Reeducação (CIR) e cumpria o benefício dado pela Vara de Execuções Penais (VEP). Ao todo, foram concedidas, até o momento, oito de nove saídas temporárias em 2021, totalizando 35 dias. O último saidão é concedido no Natal, de 24 a 28 de dezembro. Qualquer pessoa pode fornecer informações anonimamente sobre os 29 detentos ainda foragidos via WhatsApp da Polícia Penal (61) 9 9451-9650, Polícia Civil (61) 9 8626-1197 ou pelos telefones 190 (Polícia Militar) e 197 (PCDF).

Detalhamento

Foram liberados 991 detentos do Centro de Progressão Penitenciária (CPP); 913 do Centro de Internamento e Reeducação (CIR); dois do Centro de Detenção Provisória (CDP 2); e dois das Penitenciárias do Distrito Federal (PDF 1 e 2). 82 mulheres da Penitenciária Feminina do DF também foram beneficiadas com o saidão. O penúltimo saidão foi o que registrou maior alta na taxa de foragidos dos últimos 6 anos - 2,17%.

O repórter fotográfico Ed Alves, do Correio, mostrou o desembarque de detentos da Papuda na Rodoviária do Plano Piloto na última sexta-feira (19/11).

*Estagiário sob a supervisão de Adson Boaventura

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE