Prisão

Membro de facção investigado por 8 assassinatos é preso no Entorno do DF

Conhecido como Kiko, o criminoso foi detido em uma operação conjunta da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e da Rotam de Goiás. Além dos homicídios, ele tem passagens por latrocínio, tráfico de drogas, roubos e porte ilegal de arma de fogo

Darcianne Diogo
postado em 20/12/2021 16:06 / atualizado em 20/12/2021 16:59
Expedito é investigado por cometer ao menos oito assassinatos -  (crédito: Reprodução)
Expedito é investigado por cometer ao menos oito assassinatos - (crédito: Reprodução)

Policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) recapturaram, na noite de sábado (18/12), um foragido da Justiça do Estado do Ceará. Expedito Erivan Melo da Silva, mais conhecido como Kiko, é integrante do Comando Vermelho, facção oriunda do Rio de Janeiro, e investigado por cometer ao menos oito homicídios, latrocínio (roubo seguido de morte), tráfico de drogas, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo.

O criminoso vinha sendo investigado desde o começo de dezembro deste ano pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). Em trabalho conjunto com as forças de segurança do Ceará, os investigadores constataram que o foragido estava escondido em Planaltina, no DF, mas o mesmo fugiu e não foi localizado. Os policiais, então, receberam novas informações de que Kiko havia se mudado para o Entorno do DF.

Criminoso foi preso no momento em que saía de carro
Criminoso foi preso no momento em que saía de carro (foto: Divulgação PCDF)

Segundo as investigações, em 18 de novembro, Kiko estava refugiado em Cristalina de Goiás, na Rua JK, mas, novamente, o criminoso havia fugido do local. Os policiais civis da 1ª DP compartilharam as informações com os policiais militares da Rotam de Goiás.

Por volta das 17h de sábado, os investigadores foram informados que os PMs haviam conseguido capturar Kiko. O autor foi localizado no quintal de casa e preso no momento em que abria o portão e se preparava para sair em um Gol prata. Na busca dentro do carro, foram apreendidos uma pistola prata calibre 765, carregada com munições calibre .32. O automóvel apresentava, ainda, adulteração dos sinais identificadores presentes nos vidros e da longarina embaixo do banco do passageiro, e havia sido roubado no Ceará. O homem foi preso e encaminhado à 1ª DP.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE