LUTO

Morre o médico cirurgião Dr. Sérgio Hitoshi Miyazaki, aos 67 anos

Hitoshi era cirurgião geral na Secretaria de Saúde do Distrito Federal e lecionava no curso de medicina em faculdade do DF

Pedro Ibarra
postado em 09/01/2022 14:29 / atualizado em 09/01/2022 21:54
 (crédito: Reprodução)
(crédito: Reprodução)

Querido médico e professor, Dr. Sérgio Hitoshi Miyazaki morreu na sexta-feira (7/1) e foi sepultado no sábado (8/1). Profissional, que nos últimos anos atuava no Hospital Regional do Gama, Miyazaki era reconhecido por um longo tempo de excelente trabalho como cirurgião geral na Secretaria de Saúde do Distrito Federal. A causa do óbito não foi divulgada pela família.

O médico, que já chefiou equipes em todo o DF, também era professor e nos últimos anos lecionava no curso de medicina da UNICEPLAC, faculdade particular no Gama. O docente era muito querido entre os alunos e funcionários da instituição. "Dr. Miazaki foi um professor incrível. Tive a honra de ter aula com ele. Estava sempre disponível, com um sorriso enorme no rosto, buscando ensinar a maior quantidade de conteúdo, sempre disposto a responder dúvidas e preocupado com o aprendizado de cada aluno", conta Ana Beatriz Ribeiro, 23 anos, estudante de medicina e ex-aluna do doutor. Ela também exaltou a abrangência que ele tinha no conhecimento da medicina. "Eu sempre ficava impressionada com os conhecimentos dele, sabia sobre todas as áreas, era uma inspiração", complementa.

A aluna também afirmou que Brasília perdeu não só um grande professor, mas um notável profissional. "Ele era um médico humano, que sempre nos fazia olhar também pela visão do paciente. Dr Miazaki vai fazer muita falta, tanto como professor quanto médico", pontua a estudante do décimo semestre, que teve aula com Miyazaki há dois anos.

Outro ex-aluno do médico, Igor Martins, 22 anos, conta que o amor que os alunos tinham por Miyazaki era compartilhado pelos pacientes dele. "Tive chance, também, de conhecer e conversar com pacientes do doutor, somente boas memórias e relatos sobre ele", lembra o estudante. "Tenho certeza que fará muita falta em todos os meios em que estava envolvido", completa.

"Foi realmente uma experiência única ter tido a oportunidade de ser aluna de um grande mestre igual ao Miyazaki. Um professor sem comparação, que amava o que fazia e vivia pela medicina", relatou a aluna de medicina Ana Beatriz Emerick. Ela aproveitou para exaltar também a pessoa que ele foi. "Foi sem dúvida alguma uma pessoa que todos deveriam se espelhar para serem profissionais cada dia melhores", afirma. "Agradeço ao Miyazaki por cada ensinamento e por toda a sua disponibilidade para ensinar e estar presente em nossas vidas. Foi um excelente mestre e um excelente médico", conclui.

Eternizado pelas aulas

O Dr. Sérgio Hitoshi Miyazaki foi também homenageado por uma turma da UNICEPLAC. Após saberem da notícia, os alunos da turma 30 de medicina da faculdade optaram por manter o professor eternizado na história de cada um deles. "Como forma singela de agradecimento e reconhecimento, anunciamos que, a partir de hoje, a turma XXX também se chamará Sérgio Hitoshi Miyazaki", escreveram os alunos em uma rede social conjunta da turma.

"Mais que um exímio cirurgião e mestre, o Dr Miyazaki foi um exemplo, um amigo e um incentivador", postaram os alunos da turma 30 no anúncio da homenagem. "Lembraremos dele pelo seu sorriso característico e constante, seu amor pelo ensino, pela medicina, pelo nosso Hospital e pelos seus alunos", completaram.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE