Homicídio

Corpo carbonizado encontrado em Planaltina é identificado

A vítima, brutalmente assassinada, era Anderson Elias Bonfim, 59 anos, também conhecido na região como "Pai Jorge de Ogum"

Carlos Silva*
postado em 14/01/2022 14:53
Por ser uma pessoa muito querida na região, a solenidade gerou muita comoção -  (crédito: Arquivo Pessoal)
Por ser uma pessoa muito querida na região, a solenidade gerou muita comoção - (crédito: Arquivo Pessoal)

Um corpo carbonizado encontrado na última terça-feira (11/1) num matagal próximo de Estância Nova, Planaltina, foi identificado. A vítima, brutalmente assassinada, era Anderson Elias Bonfim, 59 anos, também conhecido na região como “Pai Jorge de Ogum”. Os familiares realizaram velório nesta sexta-feira (14/1), na capela 2 do Cemitério de Sobradinho.

A cerimônia ocorreu das 9h às 11h, com presença de familiares e amigos. Por ser uma pessoa muito querida na região, a solenidade gerou muita comoção. Segundo Cleber Elias de Bonfim, sobrinho do pai de santo, muitos se emocionaram bastante. “Tinha muita gente, tanto do Candomblé, quanto de outras religiões. Muitos vieram de longe também. Eu mesmo estava em Paracatu (MG) e vim para cá. Várias pessoas choraram bastante, filha, irmãos”, relata.

Cleber conta que o tio era uma boa pessoa e não sabe quem poderia fazer isso. “Meu tio era uma pessoa de bom coração, ajudava muita gente. Não sei como isso aconteceu. Ele não tinha inimigos, nem maldade com ninguém. Se ele não pudesse te ajudar, atrapalhar não iria”, relata. Nas redes sociais, amigos e pessoas próximas também fizeram homenagens e manifestações a Anderson Elias Bonfim.

O crime é investigado pela 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina), que ainda não aponta autores nem motivação para o assassinato. Porém, de acordo com o sobrinho, a família suspeita que o assassino seja alguém próximo. Assim, a indignação com o caso é constante. “Hoje só nos resta o seu legado, suas brincadeiras e seu amor. Só queremos que a justiça seja feita”, relata Cleber.

 

Relembre o caso


Na última terça-feira (11/1), um corpo carbonizado, não identificado, foi encontrado num matagal próximo de Estância Nova, Planaltina. Policiais da 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina) foram ao local averiguar a denúncia sobre o caso. Lá, encontraram o corpo carbonizado, de bruços. Assim, começou o trabalho da perícia para desvendar o caso e identificar a vítima.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE