CRIME

Autor do 1º feminicídio de 2021 é condenado a mais de 18 anos de reclusão

Marcos Soares Pereira matou Isabel Ferreira Alves a facadas após uma discussão por dinheiro. Um dos filhos da vítima presenciou o ato criminoso que ocorreu na residência do casal

Cibele Moreira
postado em 01/02/2022 20:52
Isabel Ferreira Alves foi morta a facadas pelo companheiro na casa onde moravam em 8 de janeiro de 2021  -  (crédito: MATERIAL CEDIDO AO CORREIO)
Isabel Ferreira Alves foi morta a facadas pelo companheiro na casa onde moravam em 8 de janeiro de 2021 - (crédito: MATERIAL CEDIDO AO CORREIO)

O Tribunal do Juri de Ceilândia condenou Marcos Soares Pereira, 36 anos, pela morte de Isabel Ferreira Alves, 37. Ele responderá pelo crime de homicídio qualificado com pena de 18 anos e 4 meses de reclusão. Esse foi o primeiro feminicídio registrado em 2021.

A sentença saiu nesta terça-feira (1º/2), acatando integralmente a denúncia do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) que listou as qualificadoras de feminicídio, motivo fútil e meio cruel. O caso ocorreu em 8 de janeiro na residência do casal, na QNN 3 em Ceilândia. 

Segundo a investigação policial, a motivação do crime teria sido uma discussão por dinheiro. Após a vítima se recusar a entregar o valor pedido, Marcus pegou uma faca e a agrediu. Um dos filhos de Isabel, 15, presenciou o crime e teve que se esconder em um dos cômodos da cada para não ser atingido também.

Os dois, que estavam juntos há sete anos. Em agosto de 2019, Marcos chegou a ser preso pelo crime previsto na Lei Maria da Penha. No entanto, Isabel retirou a queixa e o marido foi solto e voltou para a casa do casal.

 

 


 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE