Reunião virtual

Cães e gatos vítimas de maus-tratos terão lugar para se recuperar no DF

Reunião promovida pelo Ibram discutirá qual destino adequado para animais vítimas de maus-tratos no Distrito Federal. Atualmente, eles não possuem um lugar fixo para o atendimento

Rafaela Martins
postado em 06/02/2022 18:05
 (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

O Instituto Brasília Ambiental (Ibram) promoverá uma reunião para discutir a proposta de destinação de cães e gatos vítimas de maus-tratos no Distrito Federal, na quarta-feira (9/2). Aberto à população, o encontro será às 9h30, com transmissão pelo canal do instituto no YouTube.

O objetivo é coletar sugestões de entidades da sociedade civil para a futura edição de uma proposta de gestão compartilhada de local temporário para os animais apreendidos pela fiscalização por estarem sofrendo maus-tratos.

A iniciativa visa refletir sobre um problema que vem sendo enfrentado pelos auditores do Brasília Ambiental: o encaminhamento adequado. Para a fauna, fora do âmbito urbano, existem as unidades do Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), mas animais domésticos ainda não contam com um modelo similar de proteção.

“No DF não há uma entidade que possa recepcionar esses animais sem condições de permanecer com os tutores, uma vez que já estavam em situação degradante”, explica o coordenador do grupo de trabalho do Brasília Ambiental, Rodrigo Santos.

A proposta não prevê a construção de um abrigo público pelo setor público, mas a utilização do aparato da organização social. Após apresentação dos temas, a discussão será aberta ao público, para sugestões ou dúvidas. Cada participante terá um tempo determinado para formular sua pergunta ou sugestão.

Com informações do Instituto Brasília Ambiental (Ibram)

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE