Previsão do tempo

Em 15 dias, choveu mais no Gama que o esperado para todo o mês de fevereiro

Outras duas regiões do DF se aproximam da média: em Brazlândia choveu 90% e no Sudoeste 65,04% do previsto

Correio Braziliense
postado em 16/02/2022 08:46
 (crédito: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)
(crédito: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)

O mês de fevereiro segue a tendência de dezembro de 2021: de bater os recordes relacionados às chuvas. Com média prevista de 183 mm para todo o mês, em 15 dias já choveu no Gama 191,4 mm. Outras regiões da capital do país também prometem ultrapassar o estipulado. Em Brazlândia já choveu 90% do esperado, o equivalente a 165 mm, enquanto no Sudoeste choveu 65,04% do previsto, cerca de 119,2 mm. Os dados são do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Nesta quarta-feira (16/2), a temperatura máxima do DF pode chegar a 28ºC, com mínima registrada em 18ºC. A umidade relativa do ar será de máxima de 95% e mínima de 45% nos momentos mais quentes do dia. “A previsão é de um dia chuvoso, de instabilidade e muitas nuvens. As pancadas de chuvas e trovoadas ocorrem de maneira isolada, no decorrer do dia e noite”, explica Andrea Ramos, meteorologista do Inmet.

A especialista destaca que ao longo do dia “vai ter uma abertura de sol entre as nuvens”, mas a predominância será de tempo nublado. “A média de chuva para este mês é de 183 mm e algumas regiões, até a metade deste mês, passaram esse valor. Além disso, esta semana deve seguir essa tendência de chuva ao decorrer da tarde e noite, com muita instabilidade”, reforça.

Desde terça-feira, o DF está com aviso amarelo, de perigo potencial, quando há riscos de ventos intensos de até 60km/h, mas com baixo risco de queda de energia e queda de galhos de árvores. Confira alguns cuidados:

  • Não se abrigue debaixo de árvores para evitar queda de galhos e descargas elétricas;
  • Não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda;
  • Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada;
  • Em casos emergenciais, acione a Defesa Civil, telefone 199, ou o Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF), telefone 193

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE