Previsão do Tempo

Pegou o guarda-chuva? O tempo instável é culpa do Vcan. Entenda o fenômeno

O dia, que começou com sol e nuvens no DF, pode mudar completamente: a previsão é de pancadas de chuva em áreas isoladas durante a tarde

Ana Maria Pol
postado em 04/03/2022 10:02 / atualizado em 04/03/2022 10:03
 (crédito:  Minervino Júnior/CB/D.A Press)
(crédito: Minervino Júnior/CB/D.A Press)

Os moradores da capital federal devem se preparar para a instabilidade do tempo nesta sexta-feira (4/3). O dia, que começou com sol e nuvens no DF, pode mudar completamente à tarde. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o fenômeno Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (Vcan) continua atuando na cidade. Por isso, o conselho para os brasilienses que vão sair durante a tarde é: leve guarda-chuva! Pancadas de chuvas localizadas devem acontecer entre a tarde e início da noite.

Mas você sabe o que é o tal Vcan? A meteorologista Nayane Araújo explica: “É uma área de baixa pressão em níveis elevados da atmosfera. Ele ainda está pelas redondezas, na área central do Brasil, e é o que ajuda a manter o tempo instável. Devido a umidade relativa do ar elevada, esse sistema potencializa a formação de nuvens e chuvas”, explica. Segundo a especialista, a umidade deve variar entre 95% e 45% durante o dia, e as temperaturas podem alcançar 28ºC.

Domingo tem sol

Nayane ressalta, ainda, que o vórtice deve começar a se desconfigurar entre o fim de semana e início da semana que vem. “Por enquanto, ele continua influenciando a área central do Brasil. É um sistema amplo, que deve impactar a climatologia de Tocantins, Goiás e Minas Gerais”, ressalta. Por isso, as chuvas intensas que foram registradas nos últimos dias devem continuar durante o fim de semana, segundo a meteorologista. “Nós ainda ficamos com essa condição de pancadas de chuvas e o clima deve ficar bem cara de verão. Haverá mais abertura de sol no domingo, com chances de chuva durante às tardes. O tempo fica abafado, e as temperaturas devem subir, podendo alcançar até 30ºC”, diz.

Chuva

Nesta quinta-feira (3/3), o maior registro de chuva foi no Paranoá. Entre 14h e 17h, a região registrou 28mm. Depois vem o Gama, que bateu 16 mm, por volta das 15h. “Nas outras estações ocorreram chuvas, mas foram fracas se comparado a estes locais. Ontem, choveu em todos os pontos do DF”, explica Nayane. Segundo a meteorologista, o mês de fevereiro superou a média esperada de 183mm. “Em vários pontos ficamos acima do esperado”, completa. Em março, a média esperada é de 211,8mm. “Ainda é um mês chuvoso no DF e tudo indica que teremos registros de chuvas fortes”, explica a especialista.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE