COVID-19

Uso de máscaras em locais fechados deixa de ser obrigatório no DF

Governador afirmou, em agenda na manhã desta quinta (10/3), que decreto com a liberação do item de proteção foi assinado

Júlia Eleutério
postado em 10/03/2022 12:18 / atualizado em 10/03/2022 14:20
"Quem quiser continuar usando máscara, que continue, sem problema nenhum", afirmou Ibaneis - (crédito: Minervino Júnior/CB)

O governador Ibaneis Rocha (MDB) anunciou, na manhã desta quinta-feira (10/3), que assinou o decreto de não obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados do Distrito Federal, como medida para prevenir a disseminação da covid-19.

O decreto foi publicado na edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) na tarde de hoje. A partir de então, a medida passará a valer. O anúncio foi feito por Ibaneis durante inauguração do Berçário Buriti, no anexo do Palácio do Buriti, sede do GDF.

Apesar da liberação, o governador destacou a importância de manter os cuidados contra a doença. "Vai existir um debate na imprensa e na sociedade também (sobre a liberação). As pessoas têm de se prevenir. Quem quiser continuar usando máscara, que continue, sem problema nenhum", afirmou, ressaltando que a medida não exige o fim do uso, apenas desobriga a utilização.

"Esperamos que a população tenha cuidados, evitando aglomerações. Ainda existe a covid-19. O Ministério da Saúde estuda diminuir de pandemia para endemia, como outros países. Temos de aproveitar o momento com responsabilidade. Chegou a hora de tentar voltar a ter uma vida normal", completou o mandatário.

Na semana passada, Ibaneis flexibilizou as medidas e assinou o decreto liberando o uso de máscaras em locais abertos.

Pandemia

A taxa de transmissão da covid-19 voltou a atingir o menor índice desde o início da pandemia nessa quarta-feira (9/3) e chegou a 0,60. De acordo com o Boletim Epidemiológico, divulgado pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), o índice viral continua em queda. Na terça-feira (8/3), a taxa estava em 0,61.

O resultado aponta que cada grupo de 100 pessoas infectadas pode transmitir a doença, em média, para outros 60 indivíduos. Quando a taxa de transmissão está abaixo de 1, considera-se que a pandemia está controlada, conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE