Ato

Policiais penais decidem suspender serviço voluntário

A decisão foi tomada em assembleia geral promovida na tarde desta segunda-feira (22/1), o motivo é falta de reajuste salarial

Polícia Penal -  (crédito: Sindpol/Divulgação)
Polícia Penal - (crédito: Sindpol/Divulgação)
postado em 22/01/2024 19:41

Policiais penais decidiram, em assembleia geral promovida na tarde desta segunda-feira (22/1), pela suspensão do serviço voluntário a partir de fevereiro. O motivo, segundo a diretoria do Sindicato dos Policiais Penais do DF (Sindpol-DF), é a falta do reajuste salarial.

A concentração ocorreu no estacionamento do Museu Nacional da República e reuniu centenas de servidores públicos. Diretor do Sindpol, Paulo Rogério, afirmou que a decisão é uma resposta às injustiças enfrentadas pela carreira. “Entre todas as carreiras do DF, a Polícia Penal é a única que, até o momento, não recebeu nenhum centavo do reajuste concedido aos servidores públicos do Distrito Federal e às forças de segurança pública”, afirmou, em publicação nas redes sociais.

O ato público realizado pelos policiais penais teve como objetivo sensibilizar as autoridades para a urgente necessidade de fazer justiça diante da injustiça enfrentada pela carreira. “A união e mobilização da categoria demonstram a firme determinação em buscar equidade e reconhecimento para os Policiais Penais do Distrito Federal”, destacou o sindicato.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
-->