Dengue

Saúde vacinou 22 mil crianças de 10 e 11 anos contra a dengue no DF

Números são da campanha de imunização no DF. Governo federal prevê vacinar, até o fim do ano, adolescentes de 12 a 14 anos

De acordo com a pasta, entre 9 e 24 de fevereiro, 22.475 crianças de 10 e 11 anos receberam a primeira dose -  (crédito:  Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
De acordo com a pasta, entre 9 e 24 de fevereiro, 22.475 crianças de 10 e 11 anos receberam a primeira dose - (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
postado em 26/02/2024 21:55

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) divulgou, nesta segunda-feira (26/2), o novo balanço de doses aplicadas contra a dengue desde o início da campanha de imunização, em 9 de fevereiro.

De acordo com a pasta, entre 9 e 24 de fevereiro, 22.475 crianças de 10 e 11 anos receberam a primeira dose do imunizante. O esquema vacinal é composto por duas doses, com intervalo de três meses entre elas.

Caso a criança tenha sido diagnosticada com dengue, é necessário aguardar seis meses para que receba a proteção. Se ela tiver a doença após a primeira dose, deve ser mantida a data para receber a segunda, desde que haja um intervalo mínimo de 30 dias entre o diagnóstico da infecção e esse próximo reforço.

Novas doses

O Ministério da Saúde enviará doses a 29 municípios nos próximos dias. Eles integram um total de 521 selecionados para o início da campanha, que prevê concluir as entregas até a primeira quinzena de março.

A vacina Qdenga, utilizada na campanha, teve o registro aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em março do ano passado. O governo federal prevê que, até o fim do ano, a campanha será ampliada a adolescentes de 12 a 14 anos.

No DF, o governo local não informou quando essa vacinação incluirá outras faixas etárias.

Tags

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação