Festival

Drive Show Brasília começa nesta sexta-feira (14/8) com show do Capital Inicial

Organizado em conjunto por nove produtoras da cidade, projeto garante oferecer entretenimento com qualidade e segurança para os brasilienses

Roberta Pinheiro
postado em 14/08/2020 13:07 / atualizado em 14/08/2020 13:45
Drive Show Brasília começa nesta sexta-feira (14/8) -  (foto: Maurício Oliveira/Divulgação)
Drive Show Brasília começa nesta sexta-feira (14/8) - (foto: Maurício Oliveira/Divulgação)

“Inicialmente, achamos que seria fácil, mas não é”, comenta Aci Carvalho, um dos idealizadores do projeto Drive Show Brasília. Marcado para começar nesta sexta-feira (14/8), com show da banda Capital Inicial, o evento, montado no estacionamento do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, no Eixo Monumental, uniu o trabalho de nove produtoras da cidade — Influenza, AC Eventos, Verri&Verri, Flap Live Marketing, Giral Projeto, Time, OhArtes!, Pissu Produções e R.A. Eventos — e estima mobilizar, diretamente, 500 profissionais, entre técnicos, orientadores de trânsito, segurança, serviços gerais, limpeza, artistas, além de uma cadeia indireta.

A palavra que resume o projeto é desafio. “Todos achavam que este ano não seria possível ter eventos presenciais com segurança. Mas a gente não vende ingresso, não vende bebida, a gente vende emoção, alegria e esperança”, resume Carvalho. Depois de meses de planejamento e uma convergência de ideias entre os realizadores, é hora de abrir as portas do que eles definem como o maior drive show do país. “Tanto na quantidade artística, porque é o maior em número de shows, quanto no volume de carros”, completa.

Ao todo, serão sete fins de semana com atrações musicais, infantis e de humor. O espaço tem uma área com cerca de 64 mil m² e tem capacidade para 600 carros estacionados, com a distância mínima de 2 metros entre eles. Na quinta-feira (13/8), houve um evento teste que lotou o Drive Show Brasília. “É emocionante ver que as pessoas estão querendo voltar ao normal com responsabilidade e segurança, sem abrir mão do entretenimento que faz parte da cura deste momento que estamos passando”, avaliou um dos idealizadores.

Estrutura

Carvalho relembra que, ao desenhar o projeto, o objetivo era trazer para a capital do país uma estrutura diferenciada, aproveitando, inclusive, dos anos de experiência das produtoras envolvidas. Para além do palco com quase 40 metros e de um sistema de sonorização distribuído por toda a arena, os organizadores imaginaram transformar o estacionamento em experiência.

Não à toa, talvez, o principal quebra-cabeça desse tipo de entretenimento esteja na comunicação. “Nosso maior desafio foi convencer as pessoas de que esse formato é seguro e uma experiência boa. Mostramos modelos de outros países nos quais as pessoas transformaram as gargalhadas em buzinas nos espetáculos de humor, e no qual as crianças saiam no teto solar do carro para participar das atividades infantis. Havia uma desconfiança muito grande, acima de tudo devido à segurança, e buscamos sanar e responder todas as dúvidas”, conta. Os produtores trabalham com a possibilidade de sold out nos três espetáculos do primeiro fim de semana.

  • Sorriso Maroto
    Sorriso Maroto Washington Possato/Divulgação
  • Capital Inicial
    Capital Inicial FernandoHiro/Divulgação
  • Cena do espetáculo 'Hermanoteu na Terra de Godah'
    Cena do espetáculo Hermanoteu na Terra de Godah Os Melhores do Mundo/Divulgação

Além de Capital Inicial, a agenda da estreia conta com show do grupo Sorriso Maroto e com apresentação da peça Hermanoteu na terra de Godah, da Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo. “A expectativa é grande, porque é uma novidade para a gente”, afirma a atriz e humorista Adriana Nunes. Chamou a atenção do grupo, que este ano celebra 25 anos de trajetória, o sistema de som do projeto e o esquema dos telões. “Existe uma diferença grande que é estar longe do público. Nos nossos trabalhos estamos conversando com a plateia, isso faz parte, então, acho que a gente vai sentir mais do que o público. A oportunidade de poder trabalhar é ótima, e vamos ver como será a reação com buzina e farol”, brinca a integrante da companhia.

Apesar de não ser uma peça inédita, Os Melhores do Mundo fizeram adaptações no roteiro original e reservam surpresas para o público. Adriana adiantou que haverá um manual de instruções para estabelecer uma conexão entre atores e plateia, bem como a apresentação de vídeos da companhia antes do espetáculo. “O público está ali para ver um espetáculo e a gente vai apresentar”, garante. A atriz pontua que todos os cuidados estão sendo tomados. Os atores fizeram o teste para a covid-19 e os camarins serão separados.

Segurança

O Correio reuniu algumas dúvidas frequentes e questionou como serão os protocolos sanitários e de segurança do evento. Confira:

Alimentação:
Ao estacionar o carro, em cada vaga, haverá um banner com um QR Code que dá acesso a um aplicativo que disponibiliza o cardápio do evento. Pelo app, a pessoa pode fazer o pedido e pagar. Feito este processo, dentro de alguns minutos o pedido será entregue no seu carro.

Banheiro:
Ao contrário de outros eventos no formato drive in, o Drive Show Brasília optou por não usar de aplicativos para organizar a demanda por banheiro. De acordo com Carvalho, próximo dos banheiros foram feitas marcações para garantir o distanciamento. Além disso, haverá a aferição da temperatura, álcool em gel, bem como pia com água e sabão. “Ao todo, são quatro banheiros sendo dois masculinos e dois femininos para cada área. Optamos por uma quantidade superior para termos a tranquilidade que não haverá aglomeração”, explicou um dos idealizadores.

Posso sair do carro?
A recomendação, inclusive de acordo com decreto do Governo do Distrito Federal (GDF), é que o cliente tem que permanecer no interior do veículo. “Durante todo o evento, haverá uma equipe monitorando as pessoas que eventualmente saiam dos carros”, explicou Aci Carvalho.

Recomendações gerais
- Permitido o acesso somente de veículos de passeio fechados, conforme legislação vigente. Veículos conversíveis apenas serão liberados com capota fechada;
- Vagas com distanciamento de 2 metros entre os veículos;
- Uso obrigatório de máscara, exceto no interior do veículo;
- Eventos no mesmo dia — como a programação infantil e os shows noturnos — são tidos como distintos. Portanto, ao final de cada um, o carro deverá se retirar e retornar, caso tenha comprado o ingresso de uma apresentação à noite.
- O evento oferece diferentes formatos de “amigo da vez”, como o motorista de aluguel, para evitar que os motoristas dos carros consumam bebida alcoólica.

Serviço:

Drive Show Brasília
Sexta-feira (14/8), show da banda Capital Inicial a partir das 22h. Sábado (15/8), Sorriso Maroto, também a partir das 22h. Domingo (16/8), apresentação da peça Hermanoteu na terra de Godah, da Cia de Comédia Os Melhores do Mundo, a partir das 21h. No Estacionamento do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. Os ingressos podem ser adquiridos nas plataformas Furando a Fila e O que vem por aí e também nas lojas das Óticas Diniz e Bendito Food. Os preços variam entre R$ 90 e R$ 480 por carro. Cada carro, independentemente do tamanho, pode entrar com no máximo quatro pessoas.

  • Drive Show Brasília tem uma área com cerca de 64 mil m² e tem capacidade para 600 carros estacionados
    Drive Show Brasília tem uma área com cerca de 64 mil m² e tem capacidade para 600 carros estacionados Tadashi Miyagawa/Divulgação
  • Drive Show foi montado no Estacionamento do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha
    Drive Show foi montado no Estacionamento do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha Maurício Oliveira/Divulgação
  • Drive Show Brasília começa nesta sexta-feira (14/8)
    Drive Show Brasília começa nesta sexta-feira (14/8) Maurício Oliveira/Divulgação


Confira a programação completa do Drive Show Brasília:

De 14 a 18 de agosto:
sexta-feira - 22h - Capital Inicial
sábado - 22h - Sorriso Maroto
domingo - 21h Os Melhores do Mundo (humor)

De 20 a 23 de agosto:
quinta-feira - 21h - Gabriela Rocha (Gospel)
sexta-feira - 22h - Roupa Nova
sábado - Evento privado
domingo - 17h - Patati Patatá (infantil)
domingo - 21h - Léo Lins (humor)

De 28 a 30 de agosto: 
sexta-feira - 22h - Queen Experience
sábado - 22h - Dilsinho (Lançamento do DVD Open House)
domingo - 17h - Rei Leão - O musical (infantil)
domingo - 21h - Matheus Ceará (humor)

De 4 a 7 de setembro: 
sexta-feira - 22h - Jota Quest
sábado - 22h - Raça Negra
domingo - 22h - Harmonia do Samba (véspera de feriado)
segunda-feira - 17h - Beatles para Crianças (infantil)
segunda-feira - 20h30 - Renato Albani e Victor Sarro (humor)

De 11 a 13 de setembro: 
sexta-feira - 22h - Rai Saia Rodada
sábado - 22h - Maiara e Maraísa
domingo - 17h - Frozen – A Rainha da Neve 2 (infantil)
domingo - 20h30 - Dani Zukerkman & Mau Meirelles (humor)

De 18 a 20 de setembro: 
sexta-feira - 22h - Menos é Mais
sábado - 22h - É o Tchan
domingo - 17h - Show da Luna (infantil)
domingo - 21h - Leandro Hassum (humor)

3 de outubro: 
sábado - 22h - Léo Santana

* Para os shows musicais os portões abrem às 20h
* Para os shows infantis os portões abrem às 15h
* Para os shows de humor os portões abrem às 19h

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação