Música

Discografia completa de Itamar Assumpção está disponível digitalmente

O lançamento digital dos cinco discos se soma aos outros sete que já estavam disponíveis nas plataformas Deezeer e Spotify

Correio Braziliense
postado em 11/09/2020 14:59
O artista morreu em junho de 2013, em decorrência de um câncer de intestino, aos 53 anos -  (crédito: Reprodução Internet SESCSP.gov.br)
O artista morreu em junho de 2013, em decorrência de um câncer de intestino, aos 53 anos - (crédito: Reprodução Internet SESCSP.gov.br)

Cinco discos do paulista Itamar Assumpção passam a integrar, nesta sexta-feira (11/9), os serviços de streaming musicais. Com os álbuns, as plataformas Spotify e Deezer disponibilizam aos usuários a discografia completa do compositor, cantor, instrumentista e produtor brasileiro.

A novidade foi anunciada no perfil do artista nas redes sociais com uma homenagem de uma das filhas, Anelis Assumpção. "‘A obra deste artista nosso, afro brasileiro puro, complexo em sua simplicidade, tem brilho de comunicação onde podemos sentir a beleza de coisas quebradas. Aduba campos inférteis de desesperança. Transforma. A obra de Itamar Assumpção e guiada para que se alastre por toda a face dos corpos capazes de ouvir com o espirito. Itamar Assumpção. Maldito virgula. Fundamental", escreveu Anelis. 

Discografia

 

Às próprias custas S.A (1983), Sampa Midnight - Isso não vai ficar assim (1986), Ataulfo Alves por Itamar Assumpção - Pra sempre agora (1995), Pretobrás II - Maldito vírgula (2010) e Pretobrás III - Devia ser proibido (2010) são os cinco novos discos que completam a discografia de Itamar disponível nas plataformas digitais.

Além dos digitalizados nesta sexta, outros sete faziam parte dos catálogos dos serviços. São eles: Beleléu, leléu, eu (1980), Intercontinental! Quem Diria! Era Só o Que Faltava!!! (1988), os três volumes de Bicho de Sete Cabeças (1993), Pretobrás (1998) e Isso Vai Dar Repercussão (2004).

Os lançamentos digitais fazem parte da celebração dos 70 anos que Itamar Assumpção teria completado em 2019. O artista morreu em junho de 2013, em decorrência de um câncer de intestino, aos 53 anos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação