Música

Grammy 2021: Confira os brasileiros lembrados pela premiação internacional

Bebel Gilberto e Chico Pinheiro concorrem nas categorias álbum de música global e álbum de jazz latino, respectivamente

Correio Braziliense
postado em 25/11/2020 10:58 / atualizado em 25/11/2020 10:59
 (crédito: Luigi & Iango/Divulgação)
(crédito: Luigi & Iango/Divulgação)

Dois cantores brasileiros marcam presença na lista dos indicados ao Grammy 2021 revelada na última terça-feira (24/11). Bebel Gilberto, filha de João Gilberto e Miúcha, e Chico Pinheiro representam o Brasil na disputa por meio das categorias álbum de música global e álbum de jazz latino, respectivamente.

O disco Agora (2020), lançado em agosto por Bebel, é o primeiro projeto da artista em seis anos e a primeira produção em estúdio da artista que é referência na música brasileira no país. O projeto apresenta 11 canções autorais e, por sua vez, todas as composições são inéditas.

"As músicas foram compostas entre 2017 e 2019. Tudo começou depois de uma viagem que fiz sozinha para Puglia, na Itália. Consegui organizar todas as inspirações, as muitas melodias que surgiram, mas ainda não estava pensando em um disco. Quando voltei, instintivamente, liguei para o Thomas sem nenhuma pretensão", contou Bebel Gilberto em entrevista ao Correio na época do lançamento. 

A música homônima ao disco mostra as rimas da cantora com textura eletrônica por meio do trecho: "Eu disse que agora a gente podia podia conversar/ eu viro um e é um outro, não é?/ sabia que você é tão lindo que não tenho como falar/ que eu fico doida/ agora eu posso ouvir/ posso então cantar/ agora eu posso ouvir/ posso então cantar".

Ela concorre com Agora o melhor álbum de música global, categoria que já premiou nomes como Caetano Veloso, Gilberto Gil e Milton Nascimento. "Estou nos céus", comentou a cantora nas redes sociais. 

O compositor, violonista e guitarrista paulistano Chico Pinheiro foi indicado para a categoria melhor álbum de jazz latino pelo trabalho feito em City of dreams (2020), lançado em julho. Trata-se de disco autoral de jazz perpassado de influências da música brasileira. Com 11 faixas, o projeto gravado por Pinheiro traz nos instrumentos Bruno Migotto (baixo), Chris Potter (saxofones), Edu Ribeiro (bateria) e Tiago Costa (piano). 

Pelas redes sociais, o músico comemorou a indicação. "E simplesmente aconteceu. City of dreams foi indicado ao Grammy 2021 como melhor álbum de jazz. Eu realmente quero agradecer meus amigos incríveis e todas as pessoas extraordinárias envolvidas neste trabalho. Vocês são fodas", escreveu no Instagram. 

 

A cerimônia de entrega dos prêmios da 63ª edição do Grammy será em 31 de janeiro de 2021. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE