Cinema

Mel Brooks é tema de mostra no CCBB-DF em janeiro

‘Mel Brooks - O banzé do cinema’ apresenta 28 filmes do dia 5 a 31 do primeiro mês de 2021

Correio Braziliense
postado em 31/12/2020 12:10 / atualizado em 31/12/2020 12:10
A mostra terá longas e documentários, além de filmes dos quais Brooks participou -  (crédito: Divulgação)
A mostra terá longas e documentários, além de filmes dos quais Brooks participou - (crédito: Divulgação)

A primeira nova atração do Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília será Mel Brooks - O banzé do cinema, mostra que faz uma retrospectiva da carreira do ator, diretor, produtor e músico que marcou a história do cinema. Ao todo serão apresentadas 28 obras entre os dias 5 e 31 de janeiro.

No programa entram 11 longa-metragens feitos por Mel Brooks, um episódio do seriado Agente 86 (1965-1970), quatro documentários, um curta, além de produções que tiveram alguma participação do artista, como O homem-elefante, produzido por Brooks e dirigido por David Lynch.

Entre os longas de Brooks selecionados para a mostra estão apresentados SOS - Tem um louco solto no espaço (1987), Banzé no Oeste (1974), A última loucura de Mel Brooks (1976) e Primavera para Hitler (1967), que o rendeu o único Oscar da carreira, de Melhor Roteiro em 1969. A intenção da mostra é destrinchar os 60 anos da carreira do artista.

Além de cinema, a programação vai contar com um debate sobre a obra de Mel Brooks com presença da roteirista Flávia Boggio e da jornalista Letícia Sallorenzo. Ambas vão conversar sobre a carreira do artista. O diálogo será ministrado por Eduardo Reginato, curador da Mostra ao lado de José de Aguiar.

Mel Brooks é um grande nome da história do cinema e da televisão. Conhecido por trabalhos como diretor e ator, ele é uma das figuras mais marcantes das histórias de comédia. Brooks também é um dos raros EGOTs, artistas vencedores de Emmy, Grammy, Oscar e Tony.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE