Luto

Artistas lamentam a morte de Agnaldo Timóteo: "A maior voz do país"

Cantor morreu em decorrência da covid-19, neste sábado, aos 84 anos

Correio Braziliense
postado em 03/04/2021 16:46 / atualizado em 03/04/2021 16:47
 (crédito: Murilo Alvesso/Divulgação)
(crédito: Murilo Alvesso/Divulgação)

A morte do cantor Agnaldo Timóteo, 84 anos, vítima da covid-19, foi recebida com muita tristeza no meio artístico, político e pelos fãs. O cantor, considerado uma das maiores vozes do Brasil, morreu neste sábado (3/4) no Rio de Janeiro depois de 18 dias internado.

Em depoimento à GloboNews, Neguinho da Beija-flor, grande amigo de Agnaldo Timóteo, se emocionou ao lembrar do artista. "Ainda há pouco estávamos comentando sobre o potencial do Agnaldo, meu grande amigo, de seguir, aos 84 anos, cantando no mesmo tom de 40 anos atrás. A maior voz do país, na minha concepção. Me ajudou muito, me dava conselhos para a carreira, a voz. Muito difícil" , afirmou. 

Ainda no meio artístico, o cantor Wesley Safadão também lamentou a morte do artista. "Descanse em paz Agnaldo Timóteo, meus sentimentos aos familiares e fãs!", escreveu no Twitter.

"Que tristeza... Meu carinho aos familiares, amigos e fãs", escreveu a atriz Patrícia Pillar. 


O time do coração de Agnaldo Timóteo, o Botafogo, também usou as redes para lamentar a perda do artista. "Com muita dor, o Botafogo lamenta a morte de Agnaldo Timóteo, cantor e compositor brasileiro, botafoguense apaixonado. O Clube deseja conforto aos amigos e familiares neste momento difícil", escreveu o clube.

 

O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) lembrou o lado político de Agnaldo. O cantor teve teve mandatos como deputado federal e vereador em São Paulo e no Rio de Janeiro. "Perdemos Agnaldo Timóteo, grande cantor brasileiro. Marcou época na TV brasileira.Fomos vereadores juntos. Meus sentimentos a toda família pela grande perda", disse.

Também se manisfestou a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ). "Soube agora do falecimento de Agnaldo Timóteo pela covid-19. Sempre nos esbarrávamos no Rio e, como sempre, ele muito gentil. O cantor de longa estrada e também de vida política deixa família, amigos e milhares de fãs com saudades. Minha solidariedade", afirmou.


O vereador Chico Alencar (PSol-RJ) lembrou a personalidade divertida de Agnaldo. "Agnaldo Timóteo: um vozeirão, agitado, brizolista, depois malufista, botafoguense doente, brigão. Preso à vida, que queria beber de uma golada só. Mais um que não merecia partir assim, na asfixia, na solidão. Deus conforte seus familiares", escreveu.

A ex-candidata a presidência Manuela D'Ávila (PCdoB) e o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), também lamentaram a perda.



 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE