Música

Produtor Felipe Phyre e cantor Kel selam parceria em ritmo de reggaeton

A faixa 'Maldade', lançada nesta sexta-feira (16/7), marca novo ciclo das carreiras dos artistas brasilienses

Correio Braziliense
postado em 19/07/2021 10:05
 (crédito: Luiz Morais)
(crédito: Luiz Morais)

Em nova fase da carreira, o produtor musical Felipe Phyre colaborou com o cantor e compositor Kel no lançamento da faixa Maldade. A canção, que estreou nas plataformas digitais na sexta-feira (16/7), explora a dinâmica do ritmo latino reggaeton e a sensualidade na letra em português e espanhol. Os artistas candangos também produziram um videoclipe/visualizer, que o público pode conferir no canal oficial de Phyre no YouTube.

Kel explica a escolha do ritmo para a primeira parceria entre os artistas: “Para a produção do som, trocamos algumas referências. Mostrei para o Phyre o ritmo bachata, que entrei em contato por meio de meu pai, que morou em comunidades latinas da Espanha”.

Para a construção da atmosfera visual da música, os produtores usaram um um visualizer, formato audiovisual semelhante a um clipe, mas com imagens exibidas em loop. Dirigido por Luiz Morais, LP, o visualizer tem como foco a dança, a descontração e a intimidade de casal. Além de Kel, Layla Paulino, dançarina e coreógrafa, atua na produção.

Novo ciclo, nova sonoridade

"Faz dois anos que venho estudando música latina e tenho focado minhas produções nessa musicalidade. Maldade é o primeiro lançamento nessa vertente, onde trazemos o ritmo do reggaeton”, explica Phyre, que iniciou a trajetória de produção musical no hip-hop, boom bap, R&B e lo-fi.

Já Kel tem focado em se fortalecer e se consolidar como um artista versátil. Ele lançou o primeiro EP, Treeze, em 2019, trabalho com ênfase nas batidas e linhas vocais do R&B. O cantor também passeou em diversas sonoridades do hip-hop. “Busco sempre, em meus lançamentos, apresentar algo novo sobre mim”, explica.

Além disso, os autores destacam a ascensão e importância da música latina para o mercado fonográfico nos últimos anos. "Nossa visão com o lançamento é entrar no radar do cenário latino-urbano, não só no Brasil, como também na América Latina de um modo geral”, revela o produtor. E o cantor completa: “A expectativa com o lançamento é atingir novos públicos e apresentar um lado artístico presente em minha identidade”.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE