Música

Baixista Simon Gallup anuncia saída do The Cure após mais de 40 anos

Simon Gallup era o segundo mais antigo membro do The Cure, atrás apenas do vocalista e fundador Robert Smith

Correio Braziliense
postado em 16/08/2021 15:13 / atualizado em 16/08/2021 15:14
 (crédito: Henio Kalis/Reuters)
(crédito: Henio Kalis/Reuters)

Após mais de 40 anos de história, Simon Gallup não faz mais parte da lendária banda britânica The Cure. O baixista anunciou nas redes sociais que saiu do grupo do qual fazia parte desde 1979 e desejou sorte ao restante do conjunto. Ele e Robert Smith, vocalista da banda, eram os únicos que estavam presentes na formação original, a primeira a usar o nome The Cure.

“Com o coração pesado, não sou mais um membro do The Cure. Boa sorte para todos eles”, escreveu Gallup em suas redes sociais. Em seguida, respondendo um dos comentários dos fãs, afirmou que estava “cansado de traições”.

Essa não é primeira vez que o baixista saiu da banda. Em 1982, Simon se afastou do The Cure por dois anos devido a uma briga com Smith, a situação só se resolveu em 1984 e o músico retornou ao grupo. Posteriormente, em 1992, uma nova saída, desta vez por conta de problemas de saúde que foram resolvidos no mesmo ano.

A banda não se pronunciou de forma conjunta ainda. Apenas o tecladista, Roger O'Donnell, falou sobre o assunto de forma enigmática. Ao ser questionado se a saída de Simon era real, respondeu: "Quem disse que os fãs do The Cure não têm senso de humor?".

O baixista sai em meio ao processo do primeiro disco do The Cure desde 2008. O álbum ainda sem nome nem data de lançamento vai marcar o retorno dos ícones do post-punk. Ainda não há informações se ele será o baixista creditado no trabalho, nem por quem ele será substituído. O’Donnell aproveitou a deixa para outra piada. “"Um amigo acabou de me contar que viu Lol (Tolhurst, ex-integrante do The Cure) na Guitar Centre comprando um baixo", escreveu o tecladista.

A banda é responsável por hits como Friday I’m in love e Boys don’t cry. A última grande aparição pública do The Cure foi quando se apresentaram como uma das atrações principais do Glastonbury, o principal festival britânico e um dos maiores eventos de música do mundo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE