Saúde

Xuxa lamenta mortes por covid e critica governo: "Assinem já o impeachment"

Após marca das 600 mil mortes pela covid-19, a apresentadora Xuxa falou sobre o vírus e protestou nas redes sociais

Victória Olímpio
postado em 11/10/2021 10:21
 (crédito: Xuxa/Instagram/Reprodução)
(crédito: Xuxa/Instagram/Reprodução)

A apresentadora Xuxa Meneghel se manifestou após marca de 600 mil mortes por covid-19 no Brasil e protestou criticando o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Na tarde deste domingo (10/10), a apresentadora publicou uma série de fotos comparando a quantidade de mortes com a lotação do estádio Maracanã, a população de Cuiabá e a capacidade de passageiros do Boing 747.

"Não adianta dizer que é culpa do covid, do jornalismo, do mundo que critica 'ele'. Quando as pessoas vão ver que estão sendo enganadas? Assinem já o impeachment", escreveu Xuxa. Em uma das imagens também é possível ver a logo do Governo Federal com uma crítica escrita: "Minha especialidade é matar. Governo Funeral".

Xuxa publicou vídeo ainda criticando a ida de Bolsonaro ao jogo do Santos. Na ocasião, o presidente reclamou de fora do estádio que não pôde entrar e assistir ao jogo por não apresentar o passaporte de vacina, documento exigido em algumas cidades para eventos grandes: "Eu lhe respondo porque Sr Presidente, porque estamos em uma pandemia".

"Porque a lei serve pra todos, porque assim protegemos as pessoas, porque já morreram 600 mil pessoas, porque precisamos seguir o que os cientistas, médicos e a Organização Mundial da Saúde (OMS) pede e exige a todos no mundo porque… quem não faz isso, não segue as regras mundiais é genocida... (e ainda tem gente que vai querer argumentar)… por favor deixe de me seguir, deixe de falar comigo. E você que é a favor da vida, assine o impeachment agora", desabafou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE