Mostra

Mostra na Câmara dos Deputados traz o impacto da obra 'Divina comédia'

No Salão Negro do Congresso Nacional, mostra 'Dante 700 anos: os olhos de Beatriz' mapeará vida e obra do autor italiano Dante Alighieri

Correio Braziliense
postado em 14/10/2021 18:20
Em registro captado no Palazzo Vecchio, uma imagem do que seria o semblante de Dante, autor de 'Divina comédia' -  (crédito: Vicenzo Pinto/ Divulgação)
Em registro captado no Palazzo Vecchio, uma imagem do que seria o semblante de Dante, autor de 'Divina comédia' - (crédito: Vicenzo Pinto/ Divulgação)

Passados sete séculos desde a morte do autor da universal obra Divina comédia, o escritor filósofo, político e poeta Dante Alighieri terá conceitos éticos e criativos difundidos na mostra Dante 700 anos: os olhos de Beatriz, que terá visitação entre 20 de outubro e 17 de dezembro, mediante agendamento, no Salão Negro do Congresso Nacional. Sob curadoria de Marco Lucchesi, presidente da Academia Brasileira de Letras, a exposição tem apoio da Embaixada da Itália.

Um dia antes da abertura para o público, convidados receberão o livro Dante 700 anos: os olhos de Beatriz e, na ocasião, o embaixador da Itália, Francesco Azzarello, doará um fac-símile da obra Codice Palatino 313, a postos para incrementar o acervo da Biblioteca da Câmara. O evento integra a celebração da Semana da Língua Italiana no mundo.

Uma das propostas na montagem da exposição é a do reforço no caráter atual de Divina Comédia, obra recheada de filosofia, dados teológicos e completa por preâmbulos morais. Nos mais de 14 mil versos que compõem a obra, pesam exame de elementos como amor, mal e perspectivas existências.

O contato com o simbólico na obra acatará a divisão entre Inferno, Purgatório e Paraíso, a exemplo dos escritos. Nove módulos foram incorporados à exposição que ganhou corpo a partir de reprodução de imagens de instituições como a Biblioteca Nacional e a Biblioteca da Câmara. Dante se revelará consagrado e difundido em influências brasileiras, frente a elementos do carnaval, criações teatrais e inciativas como o diálogo junto à dança proposto pelo Museu de Arte Moderna do Rio (MAM-RJ), em balé de Regina Miranda. O suporte em discursos políticos também vem sublinhado na mostra.

Livros raros da Câmara, traduções e estudos de Divina comédia foram acrescentados ao painel de folhetos, cordéis e filmetes históricos. Um módulo da exposição mapeia a biografia de Dante e o contexto social que o cercou. Quatro módulos englobam a produção e a difusão de Divina comédia.

Dante 700 anos: os olhos de Beatriz

Visitação entre os dias 20 de outubro e 17 de dezembro, no Salão Negro do Congresso Nacional. Com agendamento prévio, visitas ocorrem às segundas, quintas e sextas, das 9h às 17h. Reservas pelos fones: 3216-1770 / 3216-1770 / 3216-1771 / 3216-1772.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE