Guarda-roupa

Neta de Gabriel Garcia Máquez coloca a venda guarda-roupa do escritor

Emilia García Elizondo, uma das netas de Gabriel García Márquez, colocou a venda uma seleção de roupas e objetos do escritor

Correio Braziliense
postado em 20/10/2021 16:22 / atualizado em 20/10/2021 16:23
Itens a venda do guarda-roupa de Gabriel Garcia Marquez -  (crédito: AFP)
Itens a venda do guarda-roupa de Gabriel Garcia Marquez - (crédito: AFP)

Dar vida nova e continuidade à personalidade e ao gênio expansivo de Gabriel García Márquez foi a motivação de uma de suas herdeiras para pôr à venda uma seleção de roupas do celebrado escritor colombiano no México.

A mentora do projeto é Emilia García Elizondo, uma das netas de Gabo - como ficou conhecido popularmente o Nobel de Literatura - e de sua esposa, Mercedes Barcha, que abre para si mesma e para os fãs do autor uma janela para sua dimensão íntima.

"Não conhecia meus avós da forma como os conheço agora com tudo o que vi e tudo o que saiu do closet", conta à AFP.

O evento, chamado "O armário dos García Márquez", também marca a abertura da Casa da Literatura Gabriel García Márquez, um centro cultural que funcionará na ampla residência do sul da Cidade do México onde o casal morou.

García Elizondo, de 31 anos, diretora do centro, selecionou as mais de 400 peças e acessórios da coleção no que descreveu de um "processo consigo mesma" e com as lembranças dos avós.

 

Itens a venda do guarda-roupa de Gabriel Garcia Marquez
Itens a venda do guarda-roupa de Gabriel Garcia Marquez (foto: AFP)

 Elegante e original 

De seus característicos casacos de tweed aos originais macacões de cores vivas com os quais o escritor gostava de trabalhar, o guarda-roupas de Gabo e Mercedes mistura elegância e originalidade.

Também evoca momentos diversos: alguns marcaram a história da literatura, outros as memórias infantis de Emilia.

O vestido de gala em tons de verde que Barcha usou para acompanhar o marido para receber o Nobel de Literatura em 1982 tinha passado como uma mera curiosidade para a neta, nascida oito anos após o acontecimento.

"Eu o tinha em uma pilha de coisas e não sabia o que fazer com elas. Meu pai chegou para me dar uma boa bronca porque este vestido não estava onde tinha que estar", comenta. O vestido, no entanto, não está à venda.

Talvez irrelevante para muitos fãs do escritor, mas indelével na memória de García Elizondo está a vasta coleção de sapatos de Gabo, entre os quais estão muitas botinas de couro.

A cordialidade de Gabo também ficou manifesta em seu guarda-roupas. Nos bolsos de um par de casacos estão as canetas que ele usava para autografar os livros que seus admiradores levavam e um terceiro ainda mantém uma mancha de tinta.

 

Itens a venda do guarda-roupa de Gabriel Garcia Marquez
Itens a venda do guarda-roupa de Gabriel Garcia Marquez (foto: AFP)

 "Nunca foram inalcançáveis" 

Embora o objetivo principal da venda seja arrecadar fundos para a fundação FISANIM, que apoia crianças de comunidades indígenas do sul do México, García Elizondo descartou fazer um leilão em qual pudesse tirar proveito da enorme popularidade do avô.

"Eu me fixei nos preços das coisas dos famosos e disse, não posso fazer isso, não acho que Gabo estaria de acordo", afirma.

Para García Elizondo e sua família, a essência desta iniciativa é "aproximar as pessoas do que eram Gabo e Mercedes".

"Eles nunca foram inalcançáveis, eles não eram essas pessoas, não eram pretensiosos neste sentido", afirma.

Quem desejar ver ou comprar as peças da coleção poderá fazê-lo a partir desta quarta-feira com agendamento prévio. Porém, o primeiro dia será destinado a receber o círculo íntimo da família.

García Márquez morreu em 17 de abril de 2014, aos 87 anos, e Barcha faleceu com a mesma idade em 15 de agosto de 2020.

 

  • Itens a venda do guarda-roupa de Gabriel Garcia Marquez
    Itens a venda do guarda-roupa de Gabriel Garcia Marquez Foto: AFP
  • Itens a venda do guarda-roupa de Gabriel Garcia Marquez
    Itens a venda do guarda-roupa de Gabriel Garcia Marquez Foto: AFP
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE