FRUSTRAÇÃO

Quase um ano depois, carro sorteado por ex-BBB ainda não foi entregue

Mayara Motti, ex-BBB de Belo Horizonte, realizou o sorteio em dezembro de 2020 e a vencedora alega que até hoje não recebeu o prêmio

Vinicius Prates - Estado de Minas
postado em 29/10/2021 12:03 / atualizado em 29/10/2021 12:17
 (crédito: Reprodução/Instagram))
(crédito: Reprodução/Instagram))

Mayara Motti, ex-BBB da edição de 2017, em 8 de novembro de 2020, divulgou um sorteio em seu Instagram, e o prêmio seria uma Cherokee Jeep. A estudante de Marketing Ludmila Gonçalves dos Santos, de 31 anos, foi a grande vencedora do prêmio, divulgado em 8 de dezembro. Entretanto, quase um ano depois, a seguidora alega que até hoje não recebeu o prêmio.

Em contato com Ludmila, ela informou que teve que seguir 36 contas no Instagram e ficar comentando diariamente para conseguir obter o prêmio. "Ela me sorteou dia 8, e logo depois fez uma live comigo, que ela ainda não apagou, está lá no perfil dela", informou a estudante.

Ludmila disse ainda que já havia participado de outros sorteios anteriormente, mas que os prêmios eram em valores menores. Ela diz que já tinha feito planos para o prêmio: "Iria pegar o carro e vender. Muitos sorteios vêm com a opção prêmio ou o dinheiro. O dela não tinha, era só o carro. Perdi meu emprego devido à pandemia, iria ajudar né? Reserva de emergência", destaca Ludmila.

O último contato pessoal entre as duas foi em 18 de agosto deste ano. Segundo a vítima, elas passaram uma tarde no shopping, onde foi muito bem recepcionada pela ex-BBB. Neste mesmo dia, ela teria sugerido que, ao invés de dar o carro, faria um PIX. Mas a transferência nunca foi realizada.

Em mensagens enviadas pela influencer, conforme relatado pela vítima, Mayara já afirmava estar com o carro. "Lud, seu carrinho está aqui. Está com um pouco de poeira porque deixamos guardado. Só para você ter notícias. Vou te mandar o documento para você assinar. Eu tô só esperando o despachante dizer se pode assinar pelo aplicativo para facilitar e agilizar", comunicava a mensagem.

Ainda assim, durante todos esses meses, Mayara e a equipe continuavam prometendo que o prêmio seria entregue. Depois de denúncias realizadas por Ludmila, a estudante alega que a equipe de Mayara entrou em contato pedindo um 'voto de confiança', afirmando que no final do ano a situação estará resolvida. Entretanto, a vítima afirma que há meses eles prometem uma solução, mas não definem uma data.

Ludmila acreditava que a demora poderia ser devido à pandemia e à documentação necessária para a entrega do carro. "Como foi ano de pandemia, relevei, né? Não queria processo, acho desgastante. Enquanto eles estavam me iludindo, fui só esperando. Mas agora, pretendo, na semana que vem, acionar a Justiça. Não tenho raiva dela, apenas queria receber o que ela sorteou", alegou.

Atualmente, Mayara Motti investe na carreira de digital influencer, produzindo conteúdos de marketing digital e mercado financeiro, acumulando um total de mais de 860 mil seguidores. Desde as denúncias, Mayara segue ativa nas redes sociais, mas não se pronunciou sobre o caso.

A reportagem também buscou entrar em contato com a digital influencer, mas até a publicação desta matéria, ela não havia dado nenhum retorno sobre as acusações.

*Estagiário sob supervisão do subeditor Daniel Seabra

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE