Polêmicas

Humorista pede demissão da Jovem Pan após discussão com Bolsonaro

Na ocasião, o presidente abandonou a entrevista ao programa Pânico, da Jovem Pan, afirmando que não aceitaria provocações

Victória Olímpio
postado em 04/11/2021 15:48 / atualizado em 04/11/2021 15:48
 (crédito: Instagram/Reprodução)
(crédito: Instagram/Reprodução)

André Marinho deixou de fazer parte dos integrantes da empresa Jovem Pan. Segundo informações do portal O Antagonista, nesta quinta-feira (4/11), o comediante teria pedido demissão após discussão com o presidente Jair Bolsonaro, na semana passada.

Na ocasião, o humorista falou sobre "rachadinha", em indireta ao filho do presidente, o senador Flavio Bolsonaro (Patriota). Marinho questionou ao chefe do Executivo se "rachador teria que ir para cadeia". Irritado, Bolsonaro disse que não aceitaria provocações e abandonou a entrevista.

O presidente afirmou ainda que o pai do humorista é o maior interessado na cadeira de Flávio no Rio de Janeiro. André é filho do empresário e atual presidente estadual do PSDB no Rio de Janeiro, Paulo Marinho, conhecido como sendo um dos principais colaboradores da campanha de Jair Bolsonaro em 2018. No ano seguinte, eles romperam relação. Marinho é primeiro suplente de Flavio Bolsonaro no Senado.

Durante Pânico desta quinta-feira (4/11), o apresentador Emílio Surita disse que as portas da emissora continuam abertas para Marinho. Ontem (3/11), a Jovem Pan anunciou a contratação do ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE