Crítica ao governo

Diretor de 'Não olhe para cima' critica negacionismo de Bolsonaro

Adam McKay, diretor do longa original da Netflix, afirmou no Twitter que o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, pediria para as pessoas não olharem para cima

Correio Braziliense
postado em 17/01/2022 14:40
Adam McKay, diretor de 'Não olhe para cima' criticou Bolsonaro nas redes sociais -  (crédito: JOHN MACDOUGALL)
Adam McKay, diretor de 'Não olhe para cima' criticou Bolsonaro nas redes sociais - (crédito: JOHN MACDOUGALL)

Adam McKay, diretor de Não olhe para cima, afirmou, via Twitter, que o presidente Jair Bolsonaro diria para as pessoas não “olharem para cima”. O tweet veio em resposta à citação do filme pelo ministro da Casa Civil Ciro Nogueira, que comparou o cometa do filme ao Partido dos Trabalhadores (PT), em um artigo escrito para O Globo.

“Só para esclarecer, Bolsonaro definitivamente diria para as pessoas não olharem para cima. Sem dúvidas”, afirmou McKay. No filme do diretor, um cometa se dirige à Terra e o mundo se divide entre os que creem na ciência e os negacionistas. Quando o corpo celeste se aproxima ao planeta e fica visível a olho nu, os cientistas imploram para que as pessoas olhem para cima e vejam a verdade. Do outro lado, os negacionistas se mantêm firme no discurso e insistem que cidadãos não olhem para cima.

O filme se tornou uma alegoria do momento vivido no mundo por conta da covid-19. A crítica de Adam pode ser muito bem adaptada a visão negacionista do presidente brasileiro durante o período pandêmico. Após o lançamento do filme, paralelos entre os personagens da ficção e do Brasil viraram memes na internet.

O longa,  disponível para streaming na plataforma Netflix, conta com Leonardo Di Caprio, Jennifer Lawrence, Maryl Streep, Jonah Hill e Cate Blanchett no elenco.

Assista ao trailer:

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE