Edital

Novo edital do Fundo de Apoio a Cultura prevê R$ 32 milhões

21 linguagens culturais e 332 projetos serão contemplados pelo FAC Brasília Multicultural 1, que dispõe de R$ 32 milhões para democratizar as oportunidades de produção artística no DF

*GIOVANNA DOS SANTOS
postado em 30/04/2022 00:01
 (crédito:  Ed Alves/CB/D.A. Press)
(crédito: Ed Alves/CB/D.A. Press)

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) lançou ontem o primeiro edital de 2022 do Fundo de Apoio à Cultura, que recebeu o nome de FAC Brasília Multicultural 1. No mesmo dia, foi realizada coletiva de imprensa, no auditório da Biblioteca Nacional de Brasília, para transmitir informações sobre o edital.

A coletiva de cultura foi conduzida pelo secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues, do subsecretário de Fomento e Incentivo Cultural, João Moro, e pela coordenadora do Fundo de Apoio à Cultura, Aline Maria. O montante do FAC, no valor de R$ 32 milhões, é destinado a 21 linguagens culturais e contempla 332 projetos.

O edital propõe maior inclusão e democratização nas vagas destinadas às linguagens, ao reservar vagas à "primeira infância" e "60 ", com o intuito de abranger projetos incentivados para diferentes faixas etárias. Outra parcela das vagas foi dirigida a pessoas portadoras de deficiência (PCD), para regiões marginalizadas (trazendo assim o reflexo da regionalização cultural) e para a "arte técnica", voltada para os profissionais dos bastidores e coxias.

O secretário Bartolomeu Rodrigues relembrou os resultados dos investimentos à cultura no DF no ano passado, e reforçou o destaque que deve ser dado ao esforço contínuo do governo para manter vivo o patrimônio cultural da capital. Segundo ele, em 2021 o governo investiu cerca de R$ 155 milhões e abrangeu quase mil projetos culturais, a maior execução da história do FAC.

O subsecretário João Moro esclareceu o aprimoramento do edital aos agentes culturais, uma vez que a FAC divide-se em três categorias: Cultura de Todo Tipo, com 155 vagas para projetos, no valor de R$ 19.6 milhões; Meu Primeiro FAC, com 100 vagas, no valor total de R$ 6 milhões; e Jeito Carnavalesco, com 77 vagas para projetos de atividades carnavalescas de rua e de escolas de samba, no valor total de R$ 6,4 milhões.

A inscrição de projetos começa em 3 de maio e vai até as 18h de 1º de junho. "Brasília, no ano passado, teve um investimento muito relevante na cultura, e os efeitos disso nós vamos começar a sentir agora", destacou Bartolomeu Rodrigues. "Com esse FAC, temos tudo para obter bons resultados e um destaque grande do Distrito Federal", concluiu.

*Estagiária sob a supervisão de Severino Francisco

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE