Cinema

‘Megalopolis’, próximo filme de Coppola, terá Adam Driver no elenco

Segundo o Deadline, a produção conta, ainda, com Forest Withaker, Jon Voight e Laurence Fishburne; o longa deve ser o último do celebrado diretor

Correio Braziliense
postado em 13/05/2022 19:00
 (crédito: Divulgação)
(crédito: Divulgação)

O próximo filme de Francis Ford Coppola já tem elenco definido. Segundo informações do portal Deadline, Megalopolis contará com Adam Driver, Forest Withaker, Nathalie Emmanuel, Jon Voight e Laurence Fishburne, repetindo a colaboração de Apocalypse now, que filmou aos 14 anos.

O longa contará uma história épica de ambição política, genialidade e interesses conflitantes e o destino de Roma, que assombra um mundo moderno incapaz de resolver os próprios problemas sociais. Além de assinar a direção, Coppola assume o roteiro da produção e, curiosamente, é um dos financiadores da produção, estimada em pouco menos de US$100 milhões.

O diretor, que já possui cinco Oscars pelo próprio trabalho, pretende se aposentar após o lançamento de Megalopolis. Em entrevista recente ao Deadline, Coppola afirmou que gostaria que o legado do título fosse levantar debates importantes para a sociedade.

“Em algum ponto no futuro, muito tempo depois de eu ter partido, tudo que eu gostaria é que o filme fosse discutido e as pessoas se perguntassem: a sociedade que vivemos é a única disponível para nós? Como podemos torná-la melhor? Educação, saúde mental? O que o filme propõe é que utopia não é um lugar e sim como podemos tornar tudo melhor”, explicou.

“Todo ano pensar em duas, três ou quatro formas de tornar o mundo melhor. Eu iria sorrir da minha cova se eu pensasse que algo assim aconteceu, porque as pessoas falam sobre o significado dos filmes se eles oferecem algo para isso. Encorajar pessoas a discutirem sobre educação, saúde, justiça, oportunidades, liberdade e todas essas coisas maravilhosas que seres humanos conceberam e perguntar como melhorar. Isso seria ótimo, aposto que as coisas melhorariam se tivéssemos essa conversa”, finalizou.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE