Teatro

Celebração da negritude: Fercal e São Sebastião recebem a Mostra Itinerante de Teatro Odu

Iniciativa do coletivo ODU, a mostra tem o intuito de celebrar a vida, a força da história e da cultura negras pela arte

Naum Giló*
postado em 17/05/2022 06:00
A montagem Gigante pela própria natureza é dirigida por Pedro Ribeiro e estrelado Anna Júlia Carvalho -  (crédito: Thiago Sabino)
A montagem Gigante pela própria natureza é dirigida por Pedro Ribeiro e estrelado Anna Júlia Carvalho - (crédito: Thiago Sabino)

A Mostra Itinerante de Teatro Odu, que estreou no fim de semana  no Varjão, com apresentações gratuitas, será atração em outras duas cidades do Distrito Federal: Fercal e São Sebastião. Iniciativa do coletivo ODU, a mostra tem o intuito de celebrar a vida, a força da história e da cultura negras pela arte e promover espaços de visibilidade para temáticas raciais. Todas as peças são sucedidas por um debate mediado por uma equipe de profissionais de artes cênicas e educação.

A próxima cidade a ser contemplada pelo projeto é a Fercal. O ator Marcos Davi sobe ao palco no Centro Comunitário do Queima Lençol para apresentar a montagem Livro do desassossego, uma adaptação teatral do livro homônimo escrito por Bernardo Soares, heterônimo recluso e solitário de Fernando Pessoa. A peça será apresentada no sábado (21/5), às 19h30. No dia seguinte, no mesmo local, o mímico Miqueia Paz traz o espetáculo Mimicando, composto por quadros que retratam, com irreverência e bom humor, situações do cotidiano dos brasileiros, às 16h.

Em São Sebastião, a mostra vai levar o teatro para a comunidade escolar do Centro Educacional São Francisco, conhecido como Chicão. Em 25 de maio, o turno da manhã da instituição poderá prestigiar Gigante pela própria natureza, montagem composta por personagens estudantes de uma escola pública, que contam histórias que retratam vivências negras na sociedade, às 9h. A direção é de Pedro Ribeiro.

Encerrando a mostra, também no Chicão, em 26 de maio, a dupla Naiara Lira e Maboh apresenta o Duo Camboatá, projeto musical performático estreado em 2015, no Brazilian day de Sydney (Austrália), apresentando canto, dança, poesia e contação de história, com início às 14h. O diretor-geral da mostra itinerante, Victor Hugo Leite (VHafro) ressalta: "São produtos, bens e serviços culturais que vão sendo entregues para comunidades de áreas de periferia, onde o público é majoritariamente negro, com espetáculos teatrais que abordam temáticas que tocam profundamente a realidade dessas pessoas", explica o diretor.

Mostra Itinerante de Teatro Odu

Centro Comunitário do Queima Lençol (Fercal), nos dias 21 e 22 de maio, e Centro Educacional São Francisco, (Chicão, em São Sebastião), nos dias 25 e 26 de maio. Entrada gratuita.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE