CARNAVAL

Ivete Sangalo tem "trio torto" e explosão de tubo de gás em Salvador

Acidente ocorreu durante apresentação em Salvador nesta segunda-feira (12/2); trio da cantora quase tombou por excesso de peso minutos depois

Trio de Ivete Sangalo ficou torto por excesso de peso -  (crédito: Reprodução/X)
Trio de Ivete Sangalo ficou torto por excesso de peso - (crédito: Reprodução/X)
postado em 12/02/2024 23:55

A passagem do trio elétrico de Ivete Sangalo pelo Circuito Barra Ondina 2024 (Circuito do Dodô), em Salvador (BA), trouxe uma série de emoções, na noite desta segunda-feira (12/2). Para começar, a explosão de um tubo de gás carbônico no trio causou um susto e deixou dois feridos. Em imagens que viralizaram na internet, é possível ver o momento em que o gás começa a vazar e Ivete para o show para explicar o ocorrido ao público. “Susto da p****. Já pensei que era a caverna do dragão”, brincou.

 

Após o susto, Ivete pediu que a equipe deixasse todo o gás sair da mangueira e voltou a cantar. Segundo informações dadas ao G1, duas pessoas tiveram ferimentos leves, foram atendidas no local e passam bem. Correio entrou em contato com o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBM-BA) para saber mais informações e aguarda resposta.

A apresentação, no entanto, teve que ser interrompida minutos depois, quando o trio começou a inclinar para o lado devido ao excesso de peso. O carro voltou a ficar equilibrado após as pessoas que estavam em cima irem para o outro lado. Por razões de segurança, a equipe optou por evacuar o trio e apenas Ivete seguiu até o final do percurso. 

O trio da Ivete quase tombando por conta do excesso de peso. pic.twitter.com/ubEZhWgW26

No comando do Bloco Coruja, o show contou com a presença de Gloria Groove, Juliette e Priscilla.

Procurado, o Detran afirmou que, mesmo com a vistoria prévia "incidentes com a mecânica e a estrutura de trios ou carros alegóricos podem ocorrer de forma inesperada". Órgão ainda afirmou que deve ocorrer uma reunião na terça-feira (13/2), com os responsáveis pela segurança dos veículos de desfile. Confira a nota na íntegra. 

Apesar do Detran e outros órgãos que compõem a comissão do Carnaval cuidarem da vistoria prévia e fiscalização antes e durante os circuitos, incidentes com a mecânica e a estrutura de trios ou carros alegóricos podem ocorrer de forma inesperada, mesmo com todos os itens de segurança vistoriados.

A responsabilidade da liberação da via é da Transalvador, Saltur e Polícia Militar, enfatizando que os proprietários do trio devem ser acionados para solucionar o problema.

Uma reunião devera acontecer nesta terça (13) com os entes envolvidos na segurança dos veículos de desfile, visando a solução rápida e com menor impacto para o público e todos que trabalham no trio elétrico puxado pela artista.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação