MERCADO

Dólar fecha com leve alta de 0,05% a R$ 5,614

Pacote econômico dos EUA e guerra da vacina no cenário político nacional repercutiram entre os investidores nesta quarta-feira (21/10)

Jailson R. Sena*
postado em 21/10/2020 18:26

O dólar fechou em leve alta de 0,05%, cotado a R$ 5,614, nesta quarta-feira (21/10), diante da expectativa de aprovação pacote de estímulos à economia dos Estados Unidos e do monitoramento da alta de casos da covid-19 em meio ao retorno de medidas restritivas em países europeus. O Ibovespa se manteve com 100 mil pontos, com uma pequena alta de 0,01%, finalizando com 100.552 pontos.

No cenário local, o presidente Jair Bolsonaro desautorizou o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, ao afirmar, nesta manhã, que o governo não comprará as 46 milhões de doses da vacina CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac.

Mais tarde, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, negou que o governo federal pretenda adquirir o imunizante. A mensagem da compra da vacina surgiu na terça-feira (20), durante reunião com governadores, realizada por meio de videoconferência. Segundo o Ministério da Saúde, houve uma interpretação equivocada da fala da pasta.

Teto de gastos

Sobre o fisco brasileiro, o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) defendeu a criação de um cronograma para votar cortes de gastos que viabilizem a criação de um novo programa de renda mais amplo que o Bolsa Família, sem estourar o teto de gastos.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação