INFRA WEEK

Ministro da Infraestrutura: "Vamos terminar 2022 na meta de R$ 260 bilhões de investimentos"

No primeiro dia de leilões da Infra Week, o Tarcísio Gomes projetou a expectativa do governo para as concessões do ano que vem. Governo arrecadou R$ 3,3 bilhões com leilão de aeroportos nesta quarta-feira (7/4)

João Vitor Tavarez*
postado em 07/04/2021 16:40
 (crédito: Reprodução)
(crédito: Reprodução)

No primeiro dia da 6ª rodada de concessão aeroportuária (Infra Week), o governo arrecadou R$ 3,3 bilhões com a concessão de 22 aeroportos à iniciativa privada pelos próximos 30 anos. O evento aconteceu nesta quarta-feira (7/4), na Bolsa de Valores (B3), em São Paulo, realizado pelo Ministério da Infraestrutura e pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). "Vamos terminar o ano de 2022 alcançando a nossa meta de conseguir R$ 260 bilhões de investimentos contratados", garantiu o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas.

Após o término do leilão, cujo ágio (lucro por algum bem comprado) ficou na faixa de 3.822%, Freitas falou sobre a geração de novos postos de trabalho por meio da desestatização de 28 ativos de infraestrutura de transportes no país. "Com os leilões desta semana, está prevista a geração de mais de 200 mil novos empregos, diretos e indiretos", afirmou.

Além disso, destacou que, apesar das expectativas em atrair investimentos nos projetos de infraestrutura, a ideia do governo não é focar em arrecadação. “Estamos preocupados mesmo é com investimento, que vai estar sempre compatível com a demanda, fator determinante para uma concessão dar certo”.

Mauro Cauduro, CEO da Companhia de Participações em Concessões (CCR), grupo que ofertou R$ 2,128 bilhões pelo bloco aeroportuário Sul, falou sobre o compromisso em gerar melhorias na infraestrutura de aeroportos: “Vamos realizar os investimentos e promover serviços de excelência nos diversos modais aeroportuários em que iremos atuar”.

Sétima rodada

Ao longo da coletiva, também falaram outros representantes das empresas ganhadoras do leilão. O ministro da Infraestrutura discorreu sobre a preparação para a 7ª rodada de leilões, “cujos estudos estão adiantados” e com previsão para acontecer no primeiro semestre do ano que vem. "Vamos terminar o ano de 2022 alcançando a nossa meta de conseguir R$ 260 bilhões de investimentos contratados"

Nesta quinta-feira (8), está previsto o leilão do trecho da Fiol, ferrovia de 537 quilômetros na Bahia. E na sexta-feita (9) ocorre a concessão de cinco terminais portuários - quatro no Maranhão e um no Rio Grande do Sul.

* Estagiário sob a supervisão de Andreia Castro

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE