FGTS

Caixa inicia distribuição de lucros do FGTS a trabalhadores

Instituição tem até o dia 31 de agosto para depositar R$ 8,1 bilhões a cerca de 191 milhões de contas ativas e inativas. Veja como consultar

Fernanda Fernandes
postado em 23/08/2021 14:09 / atualizado em 23/08/2021 14:12
 (crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
(crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A Caixa Econômica Federal iniciou a distribuição dos R$ 8,1 bilhões do lucro do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) nas contas dos trabalhadores com saldo em conta no dia 31 de dezembro de 2020. O valor, correspondente a 96% do lucro total do ano passado (R$ 8,4 bilhões), deverá ser depositado para cerca de 191,2 milhões de contas aptas ao recebimento, até o dia 31 de agosto.

A Caixa não informou a quantidade de depósitos realizados até o momento, mas há ocorrência de pagamentos tanto em contas inativas quanto em contas ativas (referentes aos vínculos empregatícios atuais). De acordo com a instituição, os pagamentos dos lucros serão realizados, simultaneamente, em ambas as modalidades de contas, e não há priorização entre aquelas com maior ou menor saldo.

Para saber se já recebeu a quantia, o banco orienta o trabalhador a conferir o extrato do Fundo de Garantia por meio do aplicativo para celular do FGTS, pelo site da Caixa ou presencialmente nos balcões de atendimento das agências.

Vale destacar que os recursos do lucros do FGTS entram nas regras comuns de saque e utilização, podendo ser retirados no saque-aniversário, em casos de demissão sem justa causa, aposentadoria ou doença grave. Podem, ainda, ser utilizados em programas da Caixa Econômica e para quitação de empréstimos e débitos junto à instituição. O saque imediato não é permitido.

Cálculo

Por lei (Lei nº 8.036/1990), o fundo tem rendimento de 3% ao ano mais TR (Taxa Referencial), atualmente zerada. Um dos objetivos da distribuição de parte dos lucros, anualmente, é melhorar a rentabilidade do FGTS. O rendimento dos lucros, este ano, é de 1,92%. Somado aos 3%, resultou em 4,92%. O valor ficou acima do IPCA de 2020, de 4,52%, e da poupança, com 2,11%.

Quem ainda não recebeu, pode calcular o valor que será creditado na conta do FGTS até o fim do mês por meio de uma fórmula simples: basta multiplicar o saldo da conta no último dia do exercício de 2020 por 0,01863517. Para cada R$ 100 em saldo nesta data, o trabalhador receberá R$ 1,86 de lucro, por exemplo. 

Simulação de valor a receber
Simulação de valor a receber (foto: CB/D.A Press)

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE