Economia

Caged: Brasil cria 324.112 empregos em novembro com carteira

Segundo dados o número é a diferença entre 1.772.766 admissões e 1.448.654 desligamentos registrados no mês

Fernanda Strickland
postado em 23/12/2021 11:49 / atualizado em 23/12/2021 14:10
 (crédito:  Marcelo Camargo/Ag..ncia Brasil)
(crédito: Marcelo Camargo/Ag..ncia Brasil)

Em novembro, pelo 11° mês seguido com saldo positivo, o Brasil criou 324.112 empregos com carteira assinada em novembro. Os dados são Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgados hoje (23/12) pelo Ministério do Trabalho e Previdência. Segundo o levantamento, o número é a diferença entre 1.772.766 admissões e 1.448.654 desligamentos registrados no mês.

De acordo com os dados, o resultado de novembro representa uma aceleração em relação a outubro, quando foram elevados 241.0766 vagas (dado revisado hoje), mas é 13% menor na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando foram abertos 376.265 vagas formais. No total acumulado no ano, foi registrado saldo de 2.992.898 empregos, decorrente de 19.136.617 admissões e 16.143.719 desligamentos. No mesmo período do ano passado, houve criação líquida de 121.931 postos formais.

Segundo o ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, esse é o terceiro melhor mês do ano na geração de empregos formais, atrás de fevereiro, que teve 389.679 vagas criadas, e agosto, com 375.284 novos postos de trabalho.

Durante coletiva de imprensa virtual, o ministro disse que o resultado é é fruto de grande esforço da sociedade e do governo do presidente Jair Bolsonaro. “Que manteve uma disciplina fiscal importante, que manteve um processo de simplificação, desburocratização, digitalização do governo, revisão de normas regulamentadoras, de simplificação e condensação da legislação trabalhista infralegal. Tudo isso com objetivo de simplificar, facilitar e permitir que as empresas brasileiras, os empregadores brasileiros, pudessem a cada dia ter mais tranquilidade para trabalhar e ter a condição de fazer seu negócio prosperar”, disse.

4 setores com saldo positivo

Em novembro, quatro dos cinco setores da economia registraram saldo positivo na criação de empregos formais. São eles Serviços (+180.960 postos), Comércio (+139,287 postos), Construção (+12.485 postos) e Indústria geral (+8.177 postos). Com o fechamento de 16.797 postos de trabalho, o setor de agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura foi o único com balanço negativo no mês passado.

CONTINUE LENDO SOBRE