Retomada

IBC-BR: 'Prévia' do PIB tem avanço de 0,69% em novembro

Resultado divulgado pelo BC é o primeiro em azul desde junho e o mais forte desde a alta de 1,67% vista em fevereiro de 2021

Fernanda Strickland
postado em 17/01/2022 12:57 / atualizado em 17/01/2022 13:02

Pela primeira vez no azul desde junho, o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), considerado sinalizador do Produto Interno Bruto (PIB), teve avanço de 0,69% em novembro na comparação com outubro — resultado mais forte desde a alta de 1,67% vista em fevereiro de 2021. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (17/1).

Segundo a pesquisa Refinitiv, a expectativa era de um avanço era de 0,65% na comparação mensal. O dado de novembro ficou acima da expectativa em pesquisa da Reuters, de avanço de 0,65%%. O Banco Central ainda revisou para cima o resultado de outubro para uma queda de 0,28%, de recuo de 0,4% informado anteriormente.

Apesar do resultado positivo em novembro, os dados do IBC-Br mostram um vaivém no desempenho econômico, com cinco meses apresentando resultado positivo, mas seis, com quedas mensais.

O avanço da vacinação contra a covid-19 favoreceu a economia brasileira, principalmente no setor de serviços, mas o cenário vem sendo impactado pela inflação muito elevada, que levou o BC a intensificar o aumento dos juros, levando a Selic aos atuais 9,25%, o que restringe o crescimento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE