Brasileirão

Athletico-PR empata em casa com São Paulo e trava na corrida pelo G-6

Tropeço faz com que o Furacão termine a rodada atrás do Atlético-MG na corrida por acesso à etapa preliminar do torneio continental em 2024

Athletico e São Paulo fazem jogo truncado, muita disputa no meio e, no fim, tudo igual: 1 x 1 -  (crédito: Jogada10)
Athletico e São Paulo fazem jogo truncado, muita disputa no meio e, no fim, tudo igual: 1 x 1 - (crédito: Jogada10)
Jogada10
postado em 30/10/2023 00:06 / atualizado em 30/10/2023 00:06

Athletico e São Paulo ficaram no empate, na tarde deste domingo (29/10), na Ligga Arena, pela 27ª rodada do Brasileirão: 1 x 1. Foi um resultado justo, pois os times tiveram pouca eficácia ofensiva, principalmente o Tricolor paulista. Tirando os dez primeiros minutos, quando saíram os gols, o que se viu foi duelo no meio de campo, sempre truncado e com muita reclamação a cada falta. O Furacão saiu na frente com Pablo. O gol do empate são-paulino foi de Pablo Maia.

O Athletico entraria na zona da Libertadores se vencesse. Mas, com o empate, foi aos 49 pontos, em sétimo lugar. O São Paulo, com 39 pontos, está no meio da tabela.

Gols no início. Depois, jogo truncado

Os primeiros minutos foram muito bons. O São Paulo tentando se impor no meio de campo e o Furacão trabalhando pelos flancos. E logo vieram gols em falhas dos zagueiros. Aos seis, Vitor Bueno cruzou e Pablo apareceu no meio da pequena área, sem a marcação de Diego Costa. Dessa forma, cabeceou para abrir o placar para o Athletico. Porém aos nove, num escanteio cobrado por Wellington Rato, Pablo Maia cabeceou desmarcado, isso com o Furacão jogando com três zagueiros, e deixou tudo igual.

Depois dos dez minutos, o jogo passou a ficar muito truncado, com faltas fortes de ambos os lados e pouca força ofensiva. Apenas uma chance clara ocorreu. Foi do Furacão: Diego Costa errou ao tentar cortar uma boa para Canobbio. Assim, deixou o atacante entrar livre. Contudo, Alonso e o goleiro Rafael, abafaram o chute.

Segundo tempo

O Athletico começou a etapa final bem melhor do que o São Paulo. E teve com Canobbio, o melhor em campo. O uruguaio quase fez um golaço, ganhando uma de suas várias disputas com o inseguro lateral Nathan e chutando para Rafael desviar a escanteio. Mas, depois dos 145 minutos, mais uma vez o jogo passou a ficar truncado. Sem ousadia, o São Paulo não chegava na área. O time da casa era eficaz com Canobbio, a esta altura muito marcado. Mas. nos acréscimos, teve pelo menos duas chances para marcar. Contudo, o placar seguiu inalterado.

ATHLETICO-PR 1X1 SÃO PAULO

30ª rodada do Brasileirão Série A
Data: 29/10/2023
Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Público: 27.604,28

ATHLETICO: Bento; Cacá, Thiago Heleno e Esquivel; Cuello, Hugo Moura (Arriagada, 39’/2ºT), Erick, Vitor Bueno, Zapelli (Rômulo, 33’/2ºT) e Canobbio; Pablo. Técnico: Wesley Carvalho.

SÃO PAULO: Rafael; Nathan, Diego Costa, Alan Franco e Wellington; Pablo Maia, Alisson (Michel Araújo, 12’/2ºT), Rodrigo Nestor (JUan, 43’/2ºT) e Wellington Rato (Ferraresi, aos 43’/2ºT); Luciano (James Rodríguez, 28’/2ºT) e Erison (David, 28’/2ºT). Técnico: Dorival Júnior.

Gols: Pablo, 6’/1ºT (1-0); Pablo Maia 9’/1ºT (1-1)
Árbitro: Rafael Rodrigo Klein (RS)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (Fifa-GO) e Mauricio Coelho Silva (RS)
VAR: Pablo Ramon Gonçalves (Fifa-RN)
Cartões Amarelos: Hugo Moura (ATH); Pablo Maia, Erison, Luciano (SAO)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br