Entidades promovem na Esplanada ato contra cortes no orçamento 2021

Os atos, organizados pela UNE, Ubes e ANPG, estão ocorrendo em todo o país e pedem um orçamento mais justo para 2021. Eles também reivindicam respeito à autonomia universitária na escolha de reitores

Ana Lídia Araújo*
postado em 23/09/2020 12:29 / atualizado em 08/10/2020 17:15
Em Brasília, ato reuniu cerca de 11 pessoas -  (crédito: Divulgação / Cuca da UNE)
Em Brasília, ato reuniu cerca de 11 pessoas - (crédito: Divulgação / Cuca da UNE)

Nesta quarta-feira (23/9), entidades estudantis protestam por todo o Brasil contra a proposta de corte no orçamento da Educação. Os atos, que estão sendo organizados pela União Nacional dos Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e Associação Nacional de Pós-Graduandos ( ANPG),  pedem, além de um orçamento justo para 2021, que a autonomia das instituições federais de ensino seja respeitada e que o Governo não interfira nas nomeações de reitores

No Distrito Federal, o ato teve início às 9h, na Esplanada dos Ministérios, e contou com um pouco mais de 10 pessoas. Ao redor do país, as manifestações continuam ocorrendo ao longo do dia. 

 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 

A gente vai descansar de olho na luta de amanhã. Se liga nos atos confirmados! ? Anota aí, avisa a galera e bom descanso porque essa quarta é dia de pé na porta em defesa da nossa educação. ???????? #SalveAEducação

Uma publicação compartilhada por UBES (@ubesoficial) em

 

 Tuitaço em apoio às manifestações

As entidades promovem também, nesta quarta-feira (23/9), um tuitaço em apoio às manifestações. Nas redes sociais, internautas levantam as hashtags #SalveAEducacao e #ForaBolsonaro. Veja: 

 

"Não há plano efetivo para a Educação" 

Em vídeo para o Eu, Estudante, Artur Nogueira, vice-presidente regional da UNE no Distrito Federal, comentou sobre a mobilização organizada pelas entidades. "Não há plano efetivo para a Educação. O único planejamento que ele [Bolsonaro] faz é de como será o próximo corte", diz Artur. "Não podemos mais aceitar que o presidente negligencia nossas instituições de ensino". 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Ana Sá. 

  • Em Macapá (AP), estudantes pedem o fim das intervenções nas universidades
    Em Macapá (AP), estudantes pedem o fim das intervenções nas universidades Foto: Divulgação / Cuca da UNE
  • Manifestação em Florianópolis (SC), no Instituto Federal de Santa Catarina
    Manifestação em Florianópolis (SC), no Instituto Federal de Santa Catarina Foto: Divulgação / Cuca da UNE
  • Cerca de 200 pessoas se reuniram em Belém (PA)
    Cerca de 200 pessoas se reuniram em Belém (PA) Foto: Divulgação / Cuca da UNE
  • "A educação não se vende, se defende", escreveram manifestantes em Belo Horizonte (MG) Foto: Divulgação / Cuca da UNE
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação