GOIÁS

Bolsonaro nomeia terceiro nome da lista tríplice para reitoria da UFG

A professora Angelita Pereira de Lima foi candidata a deputada estadual pelo PT em 2014. Nomeação pegou a comunidade acadêmica de surpresa

Jéssica Gotlib
postado em 11/01/2022 15:55
Diretora da Faculdade de Comunicação, professora é mestra em educação e doutora em geografia -  (crédito: UFG/Reprodução)
Diretora da Faculdade de Comunicação, professora é mestra em educação e doutora em geografia - (crédito: UFG/Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) nomeou como reitora da Universidade Federal de Goiás (UFG) Angelita Pereira de Lima, a terceira candidata da lista tríplice enviada ao Ministério da Educação pelo Conselho Universitário (Consuni). A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (11/1) e pegou a comunidade acadêmica de surpresa.

Embora seja atribuição do presidente da república escolher que estará à frente das universidades e outras autarquias federais, é tradição que ele ratifique a decisão dos órgãos, escolhendo o primeiro colocado da lista tríplice. Assim, a expectativa interna da UFG era que a vice-reitora Sandramara Matias Chaves fosse confirmada no cargo após ser eleita em junho de 2021 pela comunidade acadêmica.

Em nota, a universidade apenas ratificou as informações e explicou que Sandramara continuará como reitora em exercício até 14 de janeiro. O texto diz ainda que, até o momento, não há informações sobre a posse.

Ex-candidata pelo PT

Angelita é diretora da Faculdade de Informação e Comunicação (FIC), mestra em educação e doutora em geografia. Além da carreira acadêmica, ela também tem histórico político-partidário. Em 2014, a reitora nomeada da UFG concorreu ao cargo de deputada estadual pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação