Eleições

Eleitores do Mississippi aprovam bandeira sem símbolo considerado racista

Nova bandeira substitui antiga que tinha símbolo confederado

Thays Martins
postado em 04/11/2020 15:57 / atualizado em 04/11/2020 15:58
 (crédito: Mississipi Department of Archives)
(crédito: Mississipi Department of Archives)

Os eleitores do Mississipi, no sudeste americano, aprovaram, nesta terça-feira (3/11), uma nova bandeira para o estado. A nova versão tem uma magnólia no centro e a frase "In God we trust" (Em Deus confiamos), lema nacional dos Estados Unidos. A flor de magnólia é um símbolo do estado. A flor ainda é cercada por 20 estrelas, significando que o Mississipi é o vigésimo estado da união, e uma estrela de cinco pontas em lembrança às tribos indígenas.

A nova bandeira substitui a antiga, que tinha o símbolo confederado, que é considerado escravagista. O Mississipi foi o último estado americano a abolir o símbolo da bandeira.

A bandeira, símbolo do estado por 126 anos, estampava uma cruz azul na diagonal, com 13 estrelas brancas em um fundo vermelho. As estrelas brancas representavam os estados do Sul, que foram contrários à abolição da escravidão durante a Guerra Civil norte-americana (1861-1865). A guerra entre os estados do Sul e do Norte foi motivada, principalmente, pela controvérsia em relação à escravidão no país. 

Bandeira confederada dos Estados unidos hasteada
Bandeira confederada dos Estados unidos hasteada (foto: AFP)

O desejo de mudança em relação à bandeira se aflorou nas manifestações antirracistas que inundaram os Estados Unidos depois da morte de George Floyd, homem negro morto pela polícia em Minneapolis. Em muitos dos protestos, os manifestantes atacaram estátuas e monumentos da Confederação.

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação