Imigração

Governador do Texas deve retomar construção de muro na fronteira com o México

Greg Abbot irá aprensentar plano para lidar com a imigração "fora de controle"; Trabalho de construção foi interrompido por Biden

Agência France-Presse
postado em 11/06/2021 17:51
 (crédito: Guillermo Arias/AFP - 25/11/18)
(crédito: Guillermo Arias/AFP - 25/11/18)

O governador do Texas, Greg Abbott, busca construir um novo muro de fronteira entre o México e aquele estado do sul dos Estados Unidos, retomando assim o trabalho realizado pelo ex-presidente republicano Donald Trump e interrompido por seu sucessor, o democrata Joe Biden.


Denunciando que a imigração ilegal está "fora de controle" e anunciando uma série de medidas para fortalecer os recursos policiais para a detenção de migrantes, o governador republicano apresentará seu plano de construção na próxima semana, disse ele em entrevista coletiva nesta quinta-feira (11).


No entanto, há dúvidas sobre a viabilidade do projeto, uma vez que parte das terras da fronteira é propriedade do governo federal ou de pessoas físicas.


A construção de um novo muro "anti-imigrante" nos mais de 3.000 km de fronteira entre o México e os Estados Unidos foi uma das principais promessas de campanha de Trump para as eleições presidenciais de 2016, argumentando que protegeria o país dos indocumentados, criminosos e traficantes de drogas.


"Promessa feita, promessa cumprida", disse a Casa Branca em janeiro, durante a visita de Trump ao Texas por ocasião da conclusão de mais de 700 km de muro.


Na verdade, um terço da fronteira já tinha um muro ou barreira antes de assumir o cargo, e as obras sob seu mandato consistiram principalmente em melhorias ou reforço de estruturas existentes.


As apreensões de imigrantes na fronteira EUA-México atingiram seu nível mais alto em 15 anos em março, aumentando a pressão sobre Biden, sinalizada pelos republicanos de minimizar a crise de imigração.

 

© Agence France-Presse

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE