Guinness Book

Bebê com 420g sobrevive e é eleito o mais prematuro a sobreviver no mundo

As chances de Curtis sobreviver eram menores do que 1%. Sua irmã gêmea infelizmente não resistiu e morreu no dia seguinte

Helena Dornelas*
postado em 12/11/2021 17:04
 (crédito: Reprodução Guinnes Book )
(crédito: Reprodução Guinnes Book )

Com apenas um ano e quatro meses, o bebê Curtis Zy-Keith Means entrou para o Guinness Book, nesta sexta-feira (12/11), como o mais jovem bebê prematuro a sobreviver. Ele nasceu em 5 de julho de 2020, no Alabama, Estados Unidos, depois de apenas 21 semanas e um dia de gestação.

Sua data de nascimento original seria no dia 11 de novembro, no entanto, ele nasceu prematuro de 132 dias. O bebê nasceu com somente 420 gramas junto com uma irmã gêmea, que infelizmente não resistiu e morreu no dia seguinte. De acordo com os prognósticos médicos, as chances dele sobreviver eram menos de 1%.

“Nunca fizemos o parto de um bebê tão jovem aqui, Curtis foi o primeiro. Estávamos em um território desconhecido”, disse o médico, para o Guinness Book.

Curtis respondeu ao tratamento após 275 dias, cerca de 9 meses, e foi atendido pela equipe da Unidade Regional de Terapia Intensiva Neonatal e Centro da Mulher e da Criança. Nesse período, ficou três meses respirando com ajuda de aparelhos e teve terapias para aprender a usar a boca e a comer.

A mãe do bebê, Michelle Butler, disse que sua gestação estava indo bem até que precisou passar por uma cirurgia de emergência. "A equipe médica me disse que normalmente bebês nessas condições não sobrevivem. Foi muito estressante", desabafou a mãe.

O último recorde foi também de um americano, o bebê Richard Hutchinson, de Wisconsin, nasceu com 21 semanas e dois dias de gestação, pesando apenas 340 gramas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE