REALEZA

Kate Middleton comemora 40 anos no auge de sua popularidade

A ex-estudante de arte, plebeia, entrou para a família mais observada do Reino Unido em 2011

AFP / Phil Hazlewood
postado em 09/01/2022 13:44
 (crédito: MARTIN BUREAU/AFP)
(crédito: MARTIN BUREAU/AFP)

Londres, Reino Unido - A duquesa de Cambridge e futura rainha da Inglaterra, Kate Middleton, comemora neste domingo (9) seus 40 anos, no auge de sua popularidade e com um papel cada vez mais importante dentro da família real britânica.

Nascida Catherine Middleton e apelidada Kate, esta ex-estudante de arte, plebeia, entrou para a família mais observada do Reino Unido em 2011. Para muitos, a esposa do príncipe William, filho mais velho do herdeiro ao trono, simboliza hoje o futuro da monarquia.

De cabelos castanhos e aparência sempre impecável, Kate sempre aparece sorridente nos compromissos oficiais, enviando uma imagem de confiança em um momento difícil para uma monarquia que enfrenta muitos escândalos e divisões.

Kate e seu marido William, que completará 40 anos em junho, ganharam visibilidade desde o início da crise sanitária, realizando videoconferências com profissionais da saúde ou contando sua vida de confinamento junto aos seus filhos George, Charlotte e Louis em uma grande casa de campo.

À medida que as restrições foram se flexibilizando e que a rainha Elizabeth II, de 95 anos, foi reduzindo as atividades em sua agenda, o casal multiplicou as aparições oficiais, desde a estreia mundial da nova sequência da saga de James Bond até a cúpula sobre o clima COP26.

Kate também se envolveu mais em seus assuntos favoritos, como a infância e, junto a William, a saúde mental e a proteção do meio ambiente.

O ex-secretário privado de casamento, Jamie Lowther-Pinkerton, citou entre suas virtudes o fato de ter os pés no chão e seu caráter incontestável.

"Ela dedica um tempo para falar com as pessoas", explicou Lowther-Pinkerton ao jornal The Times, comparando-a com a mãe da rainha Elizabeth II, um símbolo da resistência britânica durante a Segunda Guerra Mundial: "Quando tem que fazer algo, ela faz".

No início de seu relacionamento com William, na universidade escocesa de Saint Andrews, as origens sociais de Kate, que foi criada em uma família de classe média, deram muito o que falar, assim como sua capacidade para fazer parte do mundo da realeza, repleto de tradições e convenções.

Mas ela, ao menos em público, deu a impressão de se adaptar perfeitamente às suas obrigações relacionadas ao seu papel na família real, ao contrário de sua cunhada Meghan, pouco querida pelos tablóides e bastante impopular entre os britânicos.

Com Kate, os jornais se mostraram bastante benevolentes, principalmente desde que Meghan e seu esposo, o príncipe Harry, decidiram se afastar da família real e se mudaram para os Estados Unidos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE