Contaminação no STF

Primeira sessão presidida por Fux no STF é suspensa por falta de quórum

Três magistrados não compareceram, e o ministro Celso de Mello está de licença. Disseminação do coronavírus atinge a cúpula do Poder Judiciário

Renato Souza
postado em 16/09/2020 16:34
 (crédito: Nelson Jr./SCO/STF)
(crédito: Nelson Jr./SCO/STF)

A sessão desta quarta-feira (16/9), do Supremo Tribunal Federal (STF), foi suspensa em razão da ausência de três ministros. Dias Toffoli e Cármen Lúcia não compareceram, e Celso de Mello está de licença médica. Foi a primeira vez que Luiz Fux presidiu uma sessão desde sua posse, que ocorreu na última quinta-feira (10). O ministro Luís Roberto Barroso se declarou impedido de julgar as ações previstas por ter feito parte, no passado, do escritório que atua na causa.

A Corte está sob tensão em razão da disseminação de coronavírus. Até o momento, Fux e outras quatro autoridades que estavam na cerimônia de posse do magistrado — que reuniu mais de 50 pessoas no plenário da Corte —, testaram positivo para covid-19. Os ministros Luíz Felipe Salomão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ); o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ); e a presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), ministra Maria Cristina Peduzzi, também foram infectados.

Os ministros Celso de Mello, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Cármen Lúcia, Rosa Weber e Edson Fachin também estavam presentes. Além das autoridades, a posse reuniu parentes de Fux, servidores e terceirizados do Supremo e jornalistas. A imprensa foi alocada na área externa do prédio, e os profissionais dos veículos de comunicação não tiveram acesso ao plenário. O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, realizou teste para coronavírus e aguarda o resultado.

Procurado pelo Correio, o Supremo não informou se os trabalhadores presentes na posse e os demais magistrados estão sendo testados.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação