Live

Bolsonaro defende volta às aulas: "É inadmissível perder um ano"

Presidente ainda atacou os sindicatos dos professores: "É um pessoal de esquerda radical.Para eles ta muito bom ficar em casa", disse

Thays Martins
postado em 17/09/2020 20:12 / atualizado em 17/09/2020 21:11
 (crédito: Youtube/ reprodução)
(crédito: Youtube/ reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro defendeu, nesta quinta-feira (17/9), em live transmitida nas redes sociais, que as aulas sejam retomadas no Brasil. O país acumula 134.935 óbitos e quase 4,5 milhões  de casos pela covid-19.  De acordo com o presidente, "é inadmissível perder um ano de aulas." 

Bolsonaro disse que avisou desde o início o que ele achava que devia ser feito, e um dos pontos era não ter suspendido as aulas. "Nós somos o país com maior número de dias da molecada em casa. Só está faltando nós. Eu além de dizer lá atrás tudo que eu achava que devia ser feito, não me omitir, falei da cloroquina, da vitamina D, dessa história de 'fique em casa, a economia a gente ver depois' não é assim. Está vindo a conta para todo mundo pagar, e questão de deixar a garotada em casa", disse. 

O presidente afirmou que já conversou com o Ministro da Educação, Milton Ribeiro, para que oriente governadores e prefeitos quanto a volta às aulas. "Hoje, mandei mensagem para o ministro Milton, da Educação, para ele se preparar e começar a orientar para que se volte as aulas no Brasil", disse. 

Bolsonaro ainda atacou os sindicatos dos professores, que têm defendido que as aulas continuem suspensas. "Ficar ouvindo sindicato dos professores... O pessoal deve saber como é composto a ideologia dos sindicatos dos professores. É um pessoal de esquerda radical. Para eles, está muito bom ficar em casa por dois motivos: porquê para eles, do sindicato, eles não trabalham, ficam em casa e colaboram para que a garotada não aprenda mais coisas", disse. 





 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação